Mercado do livro em Alagoas retoma as atividades

Livrarias reabriram com mais ofertas e lançamentos das editoras brasileiras

Por Assessoria | Edição do dia 24 de agosto de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias


O mercado do livro em Maceió – editoras, livrarias, sebos, bancas de revistas e portais – está retomando suas atividades depois de quase cinco meses com suas vendas suspensas.

Com novas edições e sites mais atualizados, as editoras alagoanas voltaram às suas atividades; as livrarias reabriram com mais ofertas e lançamentos das editoras brasileiras; os sebos do centro da cidade estão se rearrumando para enfrentar o segundo semestre, os portais de vendas online estão mais ativos; e as bancas de revista, que também vendem livros, voltaram a apresentar suas novidades.

Como órgão do Estado, a editora da Imprensa Oficial Graciliano Ramos suspendeu suas atividades em março. Neste mês de agosto, no seu retorno, já anunciou a publicação de novos livros que estavam na programação do primeiro semestre. A livraria que funciona no prédio da Imprensa Oficial já reabriu as portas ao público, com horário especial e novidades na loja virtual. A editora da Universidade Estadual de Alagoas está finalizando um edital para publicar dezenas de obras que serão lançadas nas comemorações dos 50 anos da instituição de ensino superior, sempre privilegiando autores alagoanos ou temas ligados à região. A livraria da Uneal, localizada na sede da reitoria, em Arapiraca, deverá ser reativada nos próximos meses.

A Viva Editora, que continua atendendo de forma virtual, está com seis novos títulos para apresentar até o final de 2020. A editora do Cesmac continuou funcionando mesmo no período da pandemia, e está programando o lançamento de oito novos livros, com obras inéditas e reedições nas áreas da saúde e história regional. A editora do Cesmac irá realizar a publicação do seu primeiro e-book. Por sua vez, a Editora da Universidade Federal de Alagoas (Edufal) está com um Edital em andamento para publicar 30 livros, no formato e-book, sobre as diversas visões da pandemia, e sua livraria deverá ser reaberta somente com a volta das aulas presenciais, ainda sem data definida.

As livrarias alagoanas que fecharam suas portas em março estão voltando a atividade plena. A livraria La Cittá, localizada na Ponta Verde, reabriu as portas e está atendendo o seu público tradicional com um estoque renovado e muitas novidades literárias. Por sua vez, a livraria Leitura, a maior da cidade, instalada nos Shoppings Parque e Maceió, voltou à atividade plena, inclusive com seu café. A Livraria Nobel, no Shopping Garden, em Arapiraca, está de portas reabertas, funcionando no horário especial do shopping. A tradicional livraria Beabá, especializada em livros infanto-juvenis, já está funcionado no seu espaço, no Parque Gonçalves Ledo.

O comércio virtual de livros, ativo bem antes da pandemia, estava liderado pelas editoras alagoanas – Imprensa Oficial, Cesmac, Uneal, Mundo Leitura e Edufal, que estão voltando a vender livros em seus próprios portais. Atuando como uma livraria virtual há três anos, o portal Quilombada, o mais conhecido site de comercialização de livros alagoanos, aproveitou o período de isolamento social e acelerou sua transformação digital, realizando promoções, aumentando suas vendas com a entrega gratuita pelo delivery em Maceió. Na pandemia, o portal Quilombada se transformou no maior vendedor de livros em Alagoas.

No Centro de Maceió, os sebos mais tradicionais, concentrados na rua Pontes de Miranda, atrás da Assembleia Legislativa, reabriram suas lojas e bancas onde comercializam revistas, discos e livros usados, apresentando alguns novos pontos de vendas. Algumas bancas de revista, como as da Ponta Verde e das praças Montepio e do Centenário, voltaram a reabrir apresentando dezenas de títulos de autores alagoanos.

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados