Boa Noite!, Terça-Feira - 17 de Setembro de 2019

 

Menina de quatro anos morre e é 8ª vítima da H1N1 em AL

Redação com Agências / 9:17 - 12/06/2019

Hilary Sofia morreu no HGE nessa terça-feira após uma parada respiratória


HGE

A pequena Hilary Sofia de apenas 4 anos foi a oitava vítima da gripe H1N1 somente este ano em Alagoas. Internada no Hospital Geral do Estado (HGE) há 10 dias, a menina havia tomado a vacina contra a gripe, mas o quatro se agravou e ela morreu na noite desta terça-feira (11).

Segundo informações da Unidade de Saúde, a criança aparentava estar saudável e não apresentou nenhum sintoma da gripe. No entanto, os médicos acreditam que ela tenha contraído o vírus antes da vacinação.

Os familiares de Hilary disseram que ela ficou internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), logo que começou a ter ataques repetitivos de tosse. O estado de saúde da menina foi piorando no inicio da semana e uma parada respiratória foi a causa da morte.

A campanha de imunização em Maceió

De acordo com dados d Secretaria Estadual de Saúde,  a meta de 93% foia tingida, porém, dois grupos prioritários ainda não atingiram a meta. Apesar do Ministério da Saúde (MS) ter anunciado que as vacinas seriam liberadas para toda a população, nos postos da capital de Alagoas as doses não foram liberadas. A técnica do Núcleo de doenças imunopreviníveis da Sesau, Claudeane Nascimento , que é preciso que haja uma reserva técnica para as crianças que estão sendo vacinadas pela primeira vez, que tem a segunda dose com 30 dias e as gestantes que ao longo do ano podem estar engravidando e vão procurar a vacina.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que as doses só poderão ser liberadas para toda a população caso o Ministério da Saúde envie vacinas extras para o estado.


Comentar usando