Menina de 12 anos é estuprada pelo tio-avô em Maceió

Homem confessou o crime e ainda afirmou ter abusado de outras meninas

Menina de 12 anos é estuprada pelo tio-avô em Maceió

Homem confessou o crime e ainda afirmou ter abusado de outras meninas

Por Thatyana Ferreira - estagiária sob supervisão | Edição do dia 26 de março de 2021
Categoria: Maceió, Polícia | Tags: ,,


Uma criança de 12 anos foi estuprada pelo tio-avô, ambos moradores do Jacintinho, bairro localizado na cidade de Maceió. A situação de violência se repetiu por diversas vezes até que nesta quinta-feira (25), a menina, junto de um responsável, denunciou o caso no Batalhão de Polícia de Eventos (BPE) . O acusado confessou o crime e afirmou que fazia a mesma coisa com outras meninas.

Foto: Ilustração

Era por volta das 15h quando a vítima e seu responsável apresentaram a denúncia no BPE. A menina informou aos policiais que o suspeito, seu tio-avô, passava a mão nas suas partes íntimas e que a situação de abuso já vinha se repetindo há algum tempo.

Os policiais se deslocaram então ao endereço do acusado, que não resistiu à prisão. Ele confessou o crime e ainda informou aos policiais que cometia abusos com outras crianças da região. As outras vítimas não foram encontradas até o momento. 

O suspeito foi preso e conduzido à Central de Flagrantes I, localizada na Avenida Fernandes Lima, no Farol, onde foi autuado pelo crime de estupro de vulnerável, crime cujo a pena varia entre seis a dez anos de reclusão podendo se estender a depender da gravidade da lesão causada a vítima.

Violência contra a mulher

A guarnição motorizada da Força Tarefa que integra o Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), estava realizando rondas na Cidade Universitária por volta das 7h, quando foi informada pelo Batalhão de Polícia de Guarda (BPGD) sobre uma denúncia de violência contra a mulher na região.

Chegando no endereço indicado encontraram o suspeito e a vítima. A mulher informou a guarnição que o homem, que era seu ex-marido, estava tentando invadir o local e já tinha lhe ameaçado diversas vezes.

O homem, que era morador do bairro do Trapiche da Barra, foi detido e levado para Central de Flagrantes I, onde foi autuado pelos crimes de furto, injúria, ameaça e violação de domicílio, todos com base na Lei Maria da Penha.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados