Médico se demite após denunciar falta de EPIs e respiradores na UPA de Viçosa

Profissional relatou que até medicamentos estão faltando e a gestão da unidade não resolve a situação

Médico se demite após denunciar falta de EPIs e respiradores na UPA de Viçosa

Profissional relatou que até medicamentos estão faltando e a gestão da unidade não resolve a situação

Por Erika Messias - Estagiária | Edição do dia 26 de maio de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,,


Indignado com a falta de equipamentos para manter pacientes contaminados pela Covid-19, um médico acabou usando suas redes sociais nesta terça-feira (26) e pediu demissão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) situada no município de Viçosa, agreste alagoano. O médico afirmou que a diretoria da unidade não está fornecendo Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e a Secretaria de Saúde da cidade não se posicionada diante da situação.

Segundo a postagem, a unidade de saúde dispõe apenas de dois respiradores aos quais já se encontram quebrados. O médico, identificado como Jadson Monteiro relata que além da falta de equipamentos também não há remédios para tratar outros pacientes e por isso decidiu se afastar do trabalho.

“Entre trabalhar numa UPA de Covid como a de Viçosa, que não respeita ninguém e que faltam EPIs, medicação até para sedação e não tem um gestor, eu preferi pedir demissão. É com pesar, mas prezo pela minha vida e a da minha família”, diz o médico na publicação.

O fato repercutiu entra os principais veículos de comunicação da cidade, mas até o momento os órgãos municipais não se manifestaram sobre o assunto. Com relação aos casos de coronavírus, a região tem 23 pessoas infectadas e um óbito.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados