Maternidade Imaculada Conceição retoma funcionamento em Marechal Deodoro

A maternidade foi reestruturada com recursos do governo do estado; outras 25 maternidades do interior devem contar com reestruturações semelhantes

Por Carol Amorim - Repórter | Edição do dia 5 de agosto de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,


Governador Renan Filho no momento em que assinava a ordem de serviço para a reforma da maternidade. Foto: Márcio Ferreira (arquivo)

A Maternidade Imaculada Conceição reformada foi entregue ao município Marechal Deodoro na manhã desta quarta-feira, 5. Fechada desde 2014, a maternidade contou com investimentos do governo do estado para que fosse reestruturada. A partir de hoje, grávidas deodorenses já poderão ter seus filhos nesse espaço.

A inauguração contou com a presença do governador Renan Filho, do secretário de estado de saúde Alexandre Ayres e do prefeito de Marechal Claúdio Filho Cacau.

Segundo o governador Renan Filho, o estado investiu quase R$1 milhão para que o hospital fosse reestruturado. Ele também garantiu que todos os equipamentos da unidade são novos. Após a reestruturação, a Maternidade Imaculada Conceição passou a ser a primeira maternidade do interior do estado a contar com a padronização adotada no Hospital da Mulher, com atendimento humanizado.

“O estado faz uma parceria, financia a abertura e ajuda o município a estruturar o sistema de saúde. Nesse caso, parte dos custos do hospital, a prefeitura já tinha, como concursados”, informou Renan Filho.

O secretário Alexandre Ayres também informou que a prefeitura de Marechal apresentou um plano em que comprovou ser capaz de manter o espaço reformado.

“Outras 25 maternidades de outros municípios também serão reestruturadas. Semana que vem nós estaremos em Cajueiro, onde a maternidade do município também estará aos moldes do Hospital da Mulher”, contou o secretário.

Para o prefeito Cacau, a entrega da maternidade traz dignidade e autoestima aos deodorenses. “Nesta manhã já chegou a primeira mãe para ter o bebê na maternidade reestruturada”, afirmou.

A reforma da Maternidade Imaculada Conceição contou com um investimento de R$970 mil do governo de Alagoas e teve a ordem de serviço para reestruturação autorizada em 15 de novembro do ano passado. A maternidade seria inaugurada no Dia das Mães, mas, devido a pandemia da covid-19, a entrega do equipamento teve que ser adiada.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), “a unidade dispõe de três quartos PPP (pré-parto, parto e pós-parto), um espaço destinado ao pré-parto, parto e puerpério, privativo para cada mulher e acompanhante, onde a atenção aos períodos clínicos do parto e do nascimento acontece no mesmo ambiente, desde a internação à alta, com ambiência adequada à Resolução da Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)”.

A maternidade ainda conta com coordenador com especialização em obstetrícia; médicos obstetras; enfermeiros obstetras; enfermeiro tutor do método canguru; técnicos de enfermagem na assistência aos pré-parto, parto, pós-parto e recém-nascido; técnicos para esterilização; auxiliares de farmácia; recepcionistas; serviços diversos e vigilância.

Novo coronavírus

Na oportunidade, o secretário Alexandre Ayres informou que os testes PCR, para detectar o novo coronavírus, serão ampliados no interior do estado para que os esforços do governo sejam canalizados em locais onde a infecção está crítica. O teste PCR se trata do teste mais apurado para detectar o novo coronavírus.

O governador Renan Filho também aproveitou o momento para pedir a colaboração da sociedade no combate a disseminação do vírus transmissor da covid-19. Ele novamente pediu para que as pessoas utilizem máscaras, que exijam que uma pessoa próxima use a máscara, que a higiene com as mãos seja intensificada e que o distanciamento social continue a ser praticado por quem puder.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados