Mais de quarenta policiais morreram vítimas de Covid-19 em 2020

O dobro de mortes comparando com as que aconteceram durante as ações

Mais de quarenta policiais morreram vítimas de Covid-19 em 2020

O dobro de mortes comparando com as que aconteceram durante as ações

Por UOL | Edição do dia 16 de fevereiro de 2021
Categoria: Brasil, Coronavírus | Tags: ,,


Noemi Filipini ao lado de seu marido, o sargento Cléber Alves da Silva, que morreu em abril de 2020 vítima da covid-19
Foto: Arquivo pessoal

Mesmo na linha de frente no combate à violência urbana em São Paulo, os policiais militares, civis e técnico-científicos que atuam no estado morreram mais em decorrência do coronavírus do que em confrontos com criminosos realizados em serviço ao longo de 2020. Enquanto a covid-19 matou 43 agentes, 22 foram vítimas de assassinato.

Ao todo, 18 PMs e quatro policiais civis morreram no ano passado em casos apontados como confrontos durante o serviço, de acordo com a SSP (Secretaria da Segurança Pública). Os dados foram obtidos pelo UOL por meio de solicitações de informações feitas a cada uma das três polícias, separadamente, via LAI (Lei de Acesso à Informação).

Já os casos de covid-19 causaram a morte de 19 policiais militares, 21 policiais civis e três policiais técnico-científicos. Há, ainda, uma quarta morte de policial técnico-científico que está sob suspeita de ter ocorrido em decorrência do coronavírus. De acordo com a SSP, até 5 de fevereiro de 2021 esse número já subiu. Foram 59 policiais mortos em decorrência do vírus em quase um ano de pandemia.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados