Maceió tem mais de 370 edificações de valor histórico

Centro é o bairro com maior concentração de imóveis mapeados

Maceió tem mais de 370 edificações de valor histórico

Centro é o bairro com maior concentração de imóveis mapeados

Por Assessoria | Edição do dia 28 de maio de 2021
Categoria: Maceió | Tags: ,


Um mapeamento realizado pela Coordenação Geral do Patrimônio Histórico da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente (Sedet) aponta que Maceió possui 374 edificações de valor histórico. A região central constitui o maior patrimônio edificado da capital, com 145 imóveis existentes.

De acordo com a Secretaria, o bairro de Jaraguá concentra o segundo maior número de imóveis históricos, com 130 edificações. Todos os bairros mapeados pela Prefeitura ficam localizados nas Zonas Especiais de Preservação Cultural (ZEP) e Unidades Especiais de Preservação Cultural (UEP), em diversas rotas históricas de ocupação da cidade.

Igreja Nossa Senhora Mãe do Povo, no bairro de Jaraguá (Foto: Ascom Sedet)

Delimitado pelo Plano Diretor de 2005, parte do Centro de Maceió foi definido por decreto como zona especial, com a missão de preservar os conjuntos históricos, seu patrimônio cultural, artístico e arquitetônico, incluindo a restauração de fachadas dos prédios e também seu interior.

Segundo o órgão, o Município já vem utilizando instrumentos para assegurar a preservação das edificações, a exemplo da isenção e alíquotas especiais de IPTU, incentivos e benefícios fiscais e financeiros para recuperação de patrimônio histórico e instituição de zonas especiais.

Prédio do antigo Grupo Escolar Diegues Junior, no bairro de Pajuçara (Foto: Ascom Sedet)

A coordenadora Maria Adeciany Souza orienta que os proprietários de edificações de valor histórico precisam zelar pela guarda e conservação do bem. “O descumprimento das exigências pode resultar em notificação e aplicação de multa onerosa, correspondente a 25% do valor do imóvel, cumulada com a obrigação do infrator em reconstituir as características originais da edificação”, ressalta.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados