Maceió tem 31% do público infantil vacinado contra a Covid-19

Mobilização da Prefeitura para imunização pediátrica vacinou mais de 2.500 crianças no sábado

Maceió tem 31% do público infantil vacinado contra a Covid-19

Mobilização da Prefeitura para imunização pediátrica vacinou mais de 2.500 crianças no sábado

Por Assessoria | Edição do dia 13 de fevereiro de 2022
Categoria: Maceió, Saúde | Tags: ,,,


Maceió registrou neste sábado (12) o melhor desempenho da vacinação pediátrica contra a Covid-19 desde o início da imunização desse público, em 17 de janeiro. A população atendeu a convocação da Prefeitura, que promoveu uma atividade especialmente dedicada ao público de 5 a 11 anos no ponto de vacinação do Terminal do Osman Loureiro, no Clima Bom.

No sábado, a vacinação no ponto instalado no Terminal do Osman Loureiro foi dedicada exclusivamente às crianças, que contaram com toda a estrutura de atendimento voltada para elas, com atividades recreativas, distribuição de lanche e animação no espaço de espera após a vacinação. Foi neste espaço que o prefeito de Maceió, JHC, e a secretária municipal de Saúde, Célia Fernandes, receberam o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que reconheceu o desempenho da campanha de vacinação contra a Covid-19  em Maceió.

“Temos uma das campanhas de vacinação mais reconhecidas no mundo, que é um orgulho da saúde pública brasileira. Hoje estamos nessa ação direcionada às nossas crianças de 5 a 11 anos e as vacinas pediátricas estão aí para que os pais exerçam o direito de vacinar seus filhos e ajudar a enfrentar a Covid-19. É importante que todos estejam protegidos. A vacinação das crianças em Alagoas é puxada pela cidade de Maceió. As crianças são o futuro do nosso Brasil, e a vacina está aí para que todos se vacinem e a vacinação possa avançar de maneira uniforme”, afirmou o ministro, que na ocasião vacinou três meninas – Maria Eduarda, de 11 anos; e as gêmeas Sofia e Bianca, de 7 anos.

Até o momento, a Prefeitura de Maceió aplicou 30.289 doses de vacinas pediátricas, alcançando 31,04% da população elegível para a faixa etária de 5 a 11 anos. Pela primeira vez, foram vacinadas mais de 2.500 (2.523) crianças contra a Covid-19 em um dia.

Para a gerente de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Eunice Amorim, os avanços vacinação em Maceió são resultado do investimento em profissionais qualificados e na estrutura desenvolvida pela Prefeitura para imunização da população da capital.

“Cada avanço na campanha de vacinação contra a Covid-19 é um marco importante no esforço da Prefeitura de Maceió para o controle da pandemia. Resultado da infraestrutura e logística desenvolvidas, da mobilização e do trabalho continuado na capacitação e da dedicação dos profissionais envolvidos para levar a vacinação aos maceioenses. É notório o efeito benéfico da vacina, diminuindo as complicações e internações pela doença a cada etapa da campanha. Precisamos ampliar a cobertura vacinal e a adesão à vacinação pediátrica é fundamental para que possamos voltar à normalidade”, afirma Eunice Amorim.

Confira documentação para vacinação pediátrica

Para vacinar as crianças de 5 a 11 anos, é necessário que as crianças estejam acompanhadas dos pais ou de adulto responsável. Os pais devem apresentar o próprio documento de identificação com foto, CPF e documentação da criança, que deve ser RG ou Certidão de Nascimento e Caderneta de Vacinação, CPF ou Cartão SUS.

Caso os pais não estejam presentes, é necessário o preenchimento do TERMO DE ASSENTIMENTO PARA ADMINISTRAÇÃO DA VACINA COMINARTY-PFIZER PEDIÁTRICA, além da cópia do documento de identificação do pai ou mãe, o qual ficará retido no ato da vacinação. Por fim, a Caderneta de Vacinação da criança e o CPF ou Cartão SUS.

Termo de assentimento para o público infantil de 5 a 11 anos

Caso a criança não tenha CPF ou Cartão do SUS será necessário apresentação da Certidão de Nascimento. Para as crianças com comorbidades, também será necessário apresentar a prescrição médica, que ficará retida no local da vacinação.

Salvo as crianças com comorbidades, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) não exigirá prescrição médica nem cadastro prévio para a vacinação de crianças que deverão estar obrigatoriamente acompanhadas pelos pais ou responsáveis e, na ausência destes, por adulto com declaração de autorização assinada pelos pais.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados