Lula dispara e pode vencer eleição no primeiro turno

O petista tem 11 pontos percentuais a mais do que a soma de seus possíveis adversários, e venceria o pleito em primeiro turno, caso as eleições fossem hoje

Lula dispara e pode vencer eleição no primeiro turno

O petista tem 11 pontos percentuais a mais do que a soma de seus possíveis adversários, e venceria o pleito em primeiro turno, caso as eleições fossem hoje

Por Antonio Pereira | Edição do dia 25 de junho de 2021
Categoria: Opiniões | Tags: ,,,,,,,,,,,


Eleito duas vezes presidente e tendo ajudado a eleger também duas vezes sua sucessora, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está cada vez mais se consolidando como única chance de restabelecimento das instituições democráticas brasileiras depois do advento do bolsonarismo de ultradireita que está destroçando o país e já conta com mais de 500 mil pessoas mortas devido a inoperância no combate à Covid.

O veterano Luiz Inácio já disputou cinco eleições presidenciais, tendo sido derrotado em três; sendo uma para Collor de Mello e duas para o tucano FHC. Depois disso, Lula só teve vitórias, dando ao petê quatro mandatos de presidente da República consecutivos.

Na mais recente pesquisa de opinião, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a corrida para a sucessão presidencial do ano que vem, com 49% das intenções de voto, 26 pontos percentuais à frente do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que tem 23%, na primeira pesquisa Ipec. O petista tem 11 pontos percentuais a mais do que a soma de seus possíveis adversários, e venceria o pleito em primeiro turno, caso as eleições fossem hoje.

Esses números são semelhantes aos que Lula tinha em 2018, quando foi apeado do páreo pelo ex-juiz Sérgio Moro, aliado do atual presidente Jair Bolsonaro e que se tornou seu ministro da Justiça. Moro, em um processo totalmente parcial como já foi condenado pelo STF, mandou Lula para a cadeia e garantiu a vitória de Bolsonaro, numa eleição atípica. Venceu o político mais despreparado. Venceu Bolsonaro depois de uma suposta facada e de uma série de fake news jogadas nos bites das redes sociais para grupos fanáticos de seguidores de ultradireita, notadamente militares, ex-militares e evangélicos.

Bolsonaro deve passar para a história como o pior presidente que este país já teve o desprazer de ver. Inoperante, arrogante e muito despreparado. A condução da pandemia é o ponto alto de um governo voltado à morte, pois há fortes indícios de que a política negacionista, juntamente com as práticas nada anti-ciência levaram o Brasil a ser o país com maior número de mortos pela Covid no mundo.

Lula vem como um restaurador de tudo que foi quebrado pelo governo Bolsonaro. Os altos índices de aprovação do ex-presidente mostram que a maioria do povo quer a volta da democracia plena e restabelecimento da economia.

Lula tem no currículo o fato de ter transformado o Brasil nos seus dois mandatos de presidente, elevando a renda do povo e tirando milhões da miséria. Assim, o petista deve voltar ao Palácio do Planalto.

Claro que não será um passeio, Lula ainda terá que enfrentar uma dura campanha eleitoral e também a sempre presente possibilidade de golpe, patrocinada pelas levas de fanáticos direitistas que seguem o atual presidente.

Será uma grande batalha entre as forças democráticas e o obscurantismo. Lula, mais uma vez, é chamado para consertar o país. Agora, ele está mais velho é verdade, mas também é verdade que ele está muito, muito mais experiente, culto e com ‘sangue’ nos olhos.

Visite minhas redes sociais:

Facebook – https://www.facebook.com/toinhopereira 

Instagram – https://www.instagram.com/toinho_pereira0748/

Twitter – https://twitter.com/antoniotoinho07

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados