Lixo jogado nas ruas pela população é retirado de galerias durante drenagem

Seminfra alerta que descarte irregular de resíduos é principal causa dos alagamentos que geram transtornos quando chove em Maceió

Lixo jogado nas ruas pela população é retirado de galerias durante drenagem

Seminfra alerta que descarte irregular de resíduos é principal causa dos alagamentos que geram transtornos quando chove em Maceió

Por Secom Maceió | Edição do dia 16 de julho de 2020
Categoria: Maceió, Notícias | Tags: ,


Foto: Seminfra

Mais uma vez a Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) retirou grande quantidade de lixo e areia de dentro das galerias de águas pluviais. Desta vez os resíduos foram retirados do sistema de drenagem entre as ruas Araújo Bivar e Dr. Zeferino Rodrigues, no bairro da Pajuçara.

As equipes da Seminfra estão em diversos pontos da capital nesta quinta-feira (16). Além da Pajuçara, os trabalhadores do setor de drenagem se concentram em ruas do Rio Novo, Santa Lúcia, Antares e do conjunto Henrique Equelman.

No bairro da Pajuçara, a Seminfra se deslocou para resolver problemas de alagamentos na localidade. Ao executar os serviços, foi encontrado muito lixo, principalmente plásticos e muita areia, que estão entupindo os poços de visitas, as bocas de lobos e também a tubulação.

“Estamos sempre alertando à população para a necessidade de jogar o lixo no local correto. Problemas como o que foi encontrado nessas ruas da Pajuçara são comuns em muitos outros bairros. A quantidade de lixo é grande. E o trabalho, muitas vezes, consiste em enxugar gelo. Porque limpamos e com pouco tempo temos que retornar para desobstruir novamente”, expõe o coordenador do setor de drenagem da Seminfra, Esdras Maia Nobre.

O lixo, de acordo com a Seminfra, é a principal causa de alagamentos em Maceió. Ao serem direcionados para as galerias, os resíduos impedem que o sistema de drenagem faça a passagem correta da água da chuva. Os caminhos por onde a água deve seguir são os rios, ou o mar. Entretanto, com a concentração de lixo, a água não drena e fica retida no asfalto, causando os alagamentos.

“O lixo prejudicou a drenagem na Rua Bívar na Pajuçara e por causa disso as equipes da Seminfra vão precisar de aproximadamente 10 dias, somente naquela localidade, para consertar todo o sistema”, acrescenta Maia Nobre.

O coordenador de drenagem da Seminfra explica que será preciso recuperar 10 bocas de lobos que estavam entupidas por resíduos. Além disso, terá que consertar a tubulação que ficou quebrada, executando o serviço chamado de atravessamento para ligar o tubo da boca de lobo para os poços de visitas.

Nesta semana, além dos bairros mencionados, as equipes cumpriram serviços no Clima Bom, Village Campestre e Graciliano Ramos. A Seminfra lembra que cumpre todos os dias com um cronograma de serviços para atender às solicitações da população.

Todos os serviços estão sendo executados respeitando as normas de segurança em razão da pandemia de Covid-19, com os trabalhadores fazendo uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados