Lives solidárias ajudam cantores e músicos da capital

A‘Arte que te Quero Viva – Lives’ começa nesta sexta-feira (16)

Lives solidárias ajudam cantores e músicos da capital

A‘Arte que te Quero Viva – Lives’ começa nesta sexta-feira (16)

Por Redação com Assessoria | Edição do dia 14 de abril de 2021
Categoria: Cultura, Entretenimento, Maceió, Notícias


A edição 2021 do Arte que te Quero Viva – Lives começa neste fim de semana. Na sexta-feira (16) se apresentam Rock em Dobro, e depois de um intervalo para ajustes técnicos, é a vez do Som de Vinil. Já o sábado (17), os shows musicais são de Fábio Zani Wilma Araújo. As apresentações vão acontecer no auditório da FMAC, a partir das 19h30 e às 21h, e serão transmitidas pelo instagram @fmacmaceio e no canal FMAC Maceió – You Tube.

A seleção dos artistas foi realizada pela Associação Cultural Joana Gajuru. Foram selecionados 16 artistas solo (voz e violão) e 16 bandas. A lista completa pode ser conferida aqui. São mais de 30 artistas que vão participar da ação cultural e solidária, que será desenvolvida na edição deste ano com shows musicais entre os meses de abril a junho, sempre nos fins de semana.

Rock em Dobro – A dupla é formada por Gui Fonseca e Fabrício Ravi. Com dois anos de estrada, eles cantam clássicos do rock, letras e músicas autorais, como o novo single Here I Am, que ganhou um clipe de promoção.

Som de Vinil – Banda com influências do rock produzido nas décadas de 60 aos anos 80.  Tem influências dos Beatles, Led Zeppelin, Black Sabath, Barão Vermelho e outros clássicos do Rock n’ Roll. A banda é formada por Phillipe Seixas – vocal,  Ricardo Lopes – guitarra, JR Júnior – baixo e vocal, Ivalter Junior – Bateria e Victor Lyra – guitarra.

Fábio Zani – Começou na música aos 10 anos de idade numa participação com um grupo de parentes que tocavam violão. Na adolescência começou a compor, tendo uma música selecionada para o Festival Canta Pagode. O cantor é eclético ao cantar samba, Pop, Bossa e Rock.

Wilma Araújo – Começou a cantar nos anos 90, em festivais promovidos por um banco onde trabalha como bancária. O repertório passeia pela MPB, forró com show em homenagem a Dominguinhos e muito samba.

A ação cultural solidária é fruto de um Termo de Fomento entre a Prefeitura de Maceió, através da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), e a Associação Cultural Joana Gajuru. O valor do recurso financeiro do fomento, destinado à Associação, é de R$ 45.600, e será revertido para o pagamento dos 16 artistas solo e das 16 bandas participantes das lives.

O cachê será de R$ 500 para as apresentações de voz e violão e R$ 2.000 para as bandas, que devem se apresentar com até cinco integrantes. Todas as apresentações serão realizadas de forma online, em respeito aos protocolos de segurança sanitária, determinados pelas autoridades de saúde pública e decretos governamentais.

Durante as transmissões das lives será apresentado na tela um QR CODE para doações financeiras ou donativos. O dinheiro arrecadado irá direto para a conta bancária da Associação Cultural Joana Gajuru. O valor será convertido em cestas básicas para serem distribuídas à comunidade artística, que está em vulnerabilidade social, devido à pandemia da Covid-19.

Arte que te Quero Viva – Lives é um projeto da Associação Cultural Joana Gajuru. A primeira edição foi realizada em 2020 e distribuiu mais de duas mil cestas básicas para artistas de diversos segmentos culturais que estavam com dificuldades financeiras devido à pandemia de Covid-19.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados