Linha do tempo: veja como foram os 100 primeiros dias de JHC como prefeito de Maceió

Confira 22 fatos marcantes dos primeiros meses do gestor à frente da Prefeitura

Linha do tempo: veja como foram os 100 primeiros dias de JHC como prefeito de Maceió

Confira 22 fatos marcantes dos primeiros meses do gestor à frente da Prefeitura

Por Agência Tatu | Edição do dia 9 de abril de 2021
Categoria: Maceió, Notícias | Tags: ,


O prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (JHC) – eleito pelo PSB -, chega nesta sexta-feira (9) aos seus 100 primeiros dias à frente da gestão da capital alagoana. A reportagem da Agência Tatu fez uma linha do tempo com os principais feitos do gestor, desde as ações de combate à Covid-19, passando por promessas de campanha e trazendo também os acontecimentos polêmicos destes primeiros meses da gestão JHC.

Confira:

1º de janeiro

JHC toma posse como prefeito de Maceió, em cerimônia online.

4 de janeiro

JHC anuncia a lista de secretários da nova gestão da Prefeitura de Maceió.

 

5 de janeiro

De encontro ao decreto do Governo do Estado, JHC determina o retorno das atividades de músicos e artistas em bares e restaurantes da capital. O decreto estadual, em vigor de 23 de dezembro a 7 de janeiro, proibia música ao vivo em bares e restaurantes de todo o estado.

 

8 de janeiro

Prefeitura de Maceió anuncia retorno das obras do Conjunto Habitacional Vilas do Mundaú, no Vergel do Lago. No entanto, alguns opositores políticos criticaram a informação e esclareceram nas redes sociais que as obras foram retomadas, na verdade, no segundo semestre de 2020, como consta em publicação do então prefeito Rui Palmeira.

11 de janeiro

Em suas redes sociais, o prefeito de Maceió informa que a Prefeitura já teria recebido 20 mil currículos após chamado em dezembro. No início de março, foram nomeados alguns nomes após seleção do Programa de Currículos Time Maceió. A Prefeitura não divulgou a quantidade total de profissionais contratados desta lista.

15 de janeiro

Cantora Millane Hora, namorada do senador Rodrigo Cunha – um dos principais aliados de JHC nas Eleições -, é nomeada para o cargo de assessora especial de Políticas Sociais da Prefeitura, com salário de R$ 11 mil. A nomeação repercutiu de forma negativa nas redes sociais. Em nota, o senador Rodrigo Cunha falou que a cantora é “uma mulher independente que sempre teve a vida profissional estruturada, tanto como advogada, quanto como artista” e afirmou que o convite partiu da gestão municipal.

 

17 de janeiro

O digital influencer alagoano Carlinhos Maia disse, em suas redes sociais, que recebeu o convite do prefeito JHC para ser um dos primeiros a ser vacinados no estado. Os vídeos publicados geraram repercussão negativa nas redes e foram apagados minutos depois. Questionado sobre o suposto convite, JHC falou que “foi um grande mal entendido”.

 

18 de janeiro

O Ministério Público de Alagoas (MPE-AL), por meio de nota, informou que instaurou um procedimento preparatório para apurar a afirmação de que Carlinhos Maia teria sido convidado, pelo prefeito JHC, a ser uma das primeiras pessoas a receber a dose da vacina da Covid-19 em Alagoas.

 

18 de janeiro

JHC dá início às obras da ciclovia da Avenida Fernandes Limas. Dias antes, o prefeito de Maceió foi criticado nas redes sociais por anunciar a “ordem de serviço” da obra, o que não seria possível, visto que o seu antecessor, Rui Palmeira, já havia assinado a ordem de serviço, no último dia de trabalho à frente da Prefeitura, em 30 de dezembro do ano passado.

 

19 de janeiro
JHC vacina Maceió Covid-19

 Maceió recebe do Ministério da Saúde as 12.500 primeiras doses da vacina CoronaVac, que foram destinadas inicialmente para os profissionais de saúde que estão à frente do trabalho de combate à Covid-19 e idosos de instituições de longa permanência. [Veja]

20 de janeiro

Campanha de vacinação contra a Covid-19 é iniciada em Maceió. Servidores da saúde recebem a primeira dose na capital, em cerimônia no PAM Salgadinho.

 

21 de janeiro

JHC sanciona Lei que que altera o nome da Praça Dandara dos Palmares, no bairro da Jatiúca, para Nossa Senhora de Rosa Mística. No mesmo dia, após pressão de movimentos negros do estado e do Ministério Público de Alagoas (MPE-AL) o prefeito revoga a Lei e torna o Projeto de Lei (nº 7.473), do vereador Luciano Marinho, sem valor.

 

22 de janeiro

Atendendo a uma promessa de campanha, JHC reduz a passagem de ônibus na capital em R$ 0,30 centavos. Nova tarifa passa a ser de R$ 3,35 em Maceió.

 

28 de janeiro

Cantora Millane Hora é exonerada do cargo de assessora especial de Políticas Sociais da Prefeitura após grande repercussão, em edição extraordinária do Diário Oficial.

 

29 de janeiro

Prefeitura de Maceió abre processo seletivo para contratação de 295 profissionais para a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), nas áreas de Enfermagem, Técnico de Enfermagem, Técnico de Suporte em Informática, Assistente Administrativo e Auxiliar de Serviços Gerais.

 

5 de fevereiro

JHC anuncia, em redes sociais, que a Prefeitura de Maceió inicia a remoção dos tachões de concreto da Avenida Fernandes Lima, no Farol, com o objetivo de evitar acidentes. Os tachões foram instalados na via, no ano passado, pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

 

10 de março

Prefeitura de Maceió lança pacote emergencial de auxílio a empresários da capital. Entre as principais medidas está o desconto de até 15% na cota única de IPTU. A medida foi criticada por alguns adversários políticos, que cobram redução semelhante aos 30% oferecidos pela gestão anterior.

 

14 de março

JHC se manifesta nas redes sociais após concentração de manifestantes em apoio ao presidente Jair Bolsonaro, no estacionamento de Jaraguá, um dos locais de vacinação drive-thru na capital. O vereador por Maceió, Leonardo Dias, rebateu o prefeito em uma das publicações: “Qual foi o vereador que patrocinou o ato, prefeito? Pode provar essa afirmação?”. JHC respondeu o comentário dizendo: “Acho que não precisa nem dizer. A carapuça serviu! Vá trabalhar e não fazer arruaça num domingo em local de vacinação”.

 

26 de março

Prefeitura de Maceió inicia a entrega das chaves do Residencial Vale Bentes II, no Benedito Bentes. No total, 500 famílias foram beneficiadas com os apartamentos destinados a famílias carentes da capital. As obras do conjunto residencial foram concluídas em 2020 e as famílias sorteadas, no início de dezembro do ano passado, estavam aguardando a liberação da Caixa Econômica Federal.

 

30 de março

JHC anuncia Passe Livre e transporte público passa a ser gratuito para estudantes matriculados no ensino fundamental, médio ou superior de instituições públicas e privadas de Maceió.

 

6 de abril

JHC anuncia vacinação para idosos a partir de 61 anos sem ter vacinas sufientes para imunizar este grupo. A própria Secretaria Municipal de Saúde suspendeu, dois dias depois do anúncio do prefeito, a vacinação da primeira dose por falta de imunizantes. Apenas a aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 foi liberada. Em nota, a Prefeitura informou que a campanha de vacinação da primeira dose será retomada quando novas remessas do Ministério da Saúde chegarem em Maceió.

 

8 de abril

Cumprindo mais uma promessa de campanha, JHC nomeia para gerência dos postos de saúde da capital servidores efetivos, utilizando “critérios técnicos”, como informou em suas redes sociais.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados