Lenilda Luna vai à justiça por participação no debate da TV Mar

UP argumenta que não pode ser submetido ao parâmetro de representação parlamentar

Lenilda Luna vai à justiça por participação no debate da TV Mar

UP argumenta que não pode ser submetido ao parâmetro de representação parlamentar

Por Assessoria | Edição do dia 12 de novembro de 2020
Categoria: Eleições 2020 | Tags: ,


Foto: Instagram

Lenilda Luna entrou com uma representação na Zona Eleitoral de Maceió, para requerer que seja reconsiderada sua participação no debate eleitoral, entre os candidatos à Prefeitura de Maceió, a ser realizado pela TV Mar, nesta quinta-feira, 12, a partir das 20h. De acordo com o documento, a Unidade Popular (UP), partido pelo qual é elegível, não poderia ser excluído do evento, já que a sua breve existência o impede de ser encaixado sob os mesmos critérios das outras agremiações.

O parâmetro utilizado pelo veículo de comunicação que impede Lenilda de participar do debate é a de que seu partido não teria obtido o mínimo de cinco vagas na atual composição do Congresso Nacional, no entanto, a UP só passou a existir no dia 10 de dezembro de 2019, quando teve seu registro aprovado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“Resta evidente que o partido em questão não possuiu a mesma oportunidade que todas as outras agremiações tiveram, de tentar nas eleições de 2018 conquistar ao menos cinco das vagas na atual composição do Congresso Nacional”, argumenta a liminar.

O documento ainda aponta que em face da pandemia de Covid-19, nenhuma das emissoras de TV aberta realizou debate entre os candidatos para as eleições da capital alagoana, neste ano,, “o que eleva sobremaneira a importância de todos os candidatos concorrentes terem a oportunidade de apresentar suas ideias neste, que será o único debate televisionado das eleições em Maceió”, conclui.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados