Justiça suspende aumento de tarifa para trens urbanos de Maceió

A decisão também está valendo para metrôs de Belo Horizonte, João Pessoa, Natal e Recife

Justiça suspende aumento de tarifa para trens urbanos de Maceió

A decisão também está valendo para metrôs de Belo Horizonte, João Pessoa, Natal e Recife

Por | Edição do dia 21 de novembro de 2018
Categoria: Maceió, Notícias | Tags: ,,,,


cbtu

A Justiça Federal tomou uma nova decisão nesta terça-feira (20), relacionado ao aumento da passagem do transporte ferroviário. Na sentença, a juíza da 15ª Vara Federal, Maria Edna Fagundes Veloso suspendeu o aumento da passagem do metrô em Belo Horizonte e ampliou a medida para quatro capitais do Nordeste: João Pessoa, Natal, Recife e Maceió

Segundo a magistrada,  uma audiência de conciliação foi marcada para o dia 23 de janeiro  com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) e também fixou multa diária de R$ 100 mil caso a determinação seja descumprida.

Em Belo Horizonte, a CBTU já havia sido notificada da primeira tutela de urgência concedida pela juíza no dia 16 de novembro e afirmou que vai reduzir a passagem de R$ 3,40 para R$ 1,80 nesta quarta-feira (21).

Para o metrô em João Pessoa, Natal e Maceió o valor que deve ser restabelecido da tarifa é de R$ 0,50. A CBTU em João Pessoa disse em nota que ainda não foi notificada da decisão, e que o aumento buscou a “recomposição de perdas inflacionárias”.

Já em Recife, a passagem deve voltar a custar R$ 1,60.

A Ação Civil Pública pede à Justiça para revogar as resoluções do Diretor Presidente da CBTU que em maio aumentaram as passagens em:

  • 89% em Belo Horizonte;
  • 87,5% em Recife;
  • 100% em João Pessoa, Maceió e Natal.

A CBTU em Maceió, Natal e Recife ainda não falaram sobre o caso.

Aumento

Em maio deste ano, a tarifa para o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) sofreu aumento. Com o reajuste, a tarifa saiu de R$ 0,50 para R$ 1. A tarifa estava congelada há 15 anos na capital alagoana, assim como em João Pessoa e Natal.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados