Justiça manda Prefeitura de Traipu explicar gastos dos últimos meses

Portal da Transparência do município passou a ocultar nomes de servidores e empresas que estão recebendo pagamentos da Prefeitura

Justiça manda Prefeitura de Traipu explicar gastos dos últimos meses

Portal da Transparência do município passou a ocultar nomes de servidores e empresas que estão recebendo pagamentos da Prefeitura

Por Assessoria | Edição do dia 3 de novembro de 2020
Categoria: Justiça | Tags: ,


O juiz Raul Cabus determinou que o prefeito de Traipu, Silvino Cavalcante, forneça para a Câmara de Vereadores as folhas de pagamento de todos os funcionários públicos e extratos bancários de fornecedores e prestadores de serviços dos últimos três meses, num prazo de 24 horas.

A decisão solicitou ainda às agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica de Girau do Ponciano, no Agreste de Alagoas, informações sobre a quantidade de contas abertas de funcionários públicos da Prefeitura de Traipu e os nomes desses funcionários, nos últimos três meses.

A decisão atende ao pedido do presidente da Câmara dos Vereadores, Etinho Dias. A Câmara identificou que o Portal da Transparência estaria ocultando nomes de servidores e empresas que estariam na folha de pagamento do Poder Executivo Municipal.

A Câmara solicitou a prefeitura dados sobre folhas de pagamento de todos os funcionários públicos; extratos bancários de fornecedores e prestadores de serviços dos últimos 03 (três) meses; contratações temporárias por excepcional interesse público dos últimos 06 (seis) meses; relação dos servidores nomeados para cargos comissionados ou contratados por tempo determinado, cargo ocupado, remuneração percebida, e data das contratações.

Na solicitação ainda consta o pedido de informações acerca dos contratos de fornecimento de material de construção, a relação dos carros locados pela prefeitura e o gasto de combustível dos últimos seis meses.

Recentemente, matérias divulgadas na imprensa mostraram o aumento do consumo de combustíveis e de pagamento para locação de veículos no município, mesmo com a pandemia de coronavírus, o que deveria ter reduzido os custos desses itens, uma vez que as escolas municipais tiveram as atividades suspensas ainda no mês de março e ainda não retornaram.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados