Justiça acompanha caso de bebê que seria adotado ilegalmente em Maceió

Justiça acompanha caso de bebê que seria adotado ilegalmente em Maceió

Por | Edição do dia 13 de setembro de 2016
Categoria: Alagoas, Blog, Notícias | Tags: ,,


A Coordenadoria Estadual da Infância e Juventude (CEIJ) está acompanhando o caso do recém-nascido que seria vítima de uma adoção ilegal em Maceió, registrado na última quinta-feira (08), na maternidade Nossa Senhora da Guia, no bairro do Poço.

O bebê seria entregue pela mãe, Cristiane dos Santos a uma mulher identificada como Rosilene dos Santos, que estaria se passando pela gestante e chegou a assinar documentos referentes à gravidez e ao parto da criança.

Segundo o juiz Carlos Cavalcanti, que é membro da CEIJ, o caso será incluído na pauta de reunião da Coordenadoria, nesta quinta-feira (15). “O juiz da 28ª Vara da Infância e Juventude, Ygor Figueiredo, responsável pelo caso, deverá acompanhar nossa reunião. Vamos enviar ofício à Vara Criminal para obter mais informações sobre o ocorrido”, explicou o magistrado.

As acusadas foram levadas para a Central de Flagrantes e devem responder pelo crime de falsidade ideológica. Já o bebê foi encaminhado para o Lar de Amparo à Criança (Laca), no Feitosa, por decisão do juiz da 28ª Vara da Infância e Juventude.

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados