Juiz John Silas morre aos 70 anos em Maceió vítima da Covid-19

Magistrado ingressou na magistratura alagoana em setembro de 1995 e estava à frente da 8ª Vara Criminal da Capital

Juiz John Silas morre aos 70 anos em Maceió vítima da Covid-19

Magistrado ingressou na magistratura alagoana em setembro de 1995 e estava à frente da 8ª Vara Criminal da Capital

Por Redação | Edição do dia 13 de maio de 2021
Categoria: Alagoas, Notícias


O juiz e professor John Silas da Silva, morreu vítima da Covid-19, nesta quinta-feira (13), em Maceió. O magistrado tinha 70 anos de idade. Silas estava internado em um hospital particular da capital alagoana desde o último dia 10 de março.

John Silas fazia uso do ECMO, que é um equipamento que serve como pulmão artificial. A Associação Alagoana de Magistrados (Almagis) confirmou o óbito.

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas (TJAL), desembargador Klever Rêgo Loureiro, lamentou profundamente o falecimento do juiz e professor.

Em nota, o desembargador disse que John Silas, ao longo de sua carreira como magistrado, prestou relevantes serviços à Justiça Estadual, notabilizando-se pela dedicação às varas criminais de Arapiraca e Maceió, especialmente na condução de julgamentos no Tribunal do Júri.

“Destacava-se igualmente na celebração de casamentos coletivos, tornando-os cerimônias que se revestiam de características próprias e, também, de conteúdo espiritual emocionante capaz de a todos encantar. Sua obra, dedicação e exemplo jamais serão esquecidos”, frisou o presidente do TJAL.

Casos emblemáticos

John Silas ingressou na magistratura alagoana em setembro de 1995 e estava à frente da 8ª Vara Criminal da Capital. Ele atuou em diversos julgamentos emblemáticos no estado, como o do caso Bárbara Regina e do ex-cabo Luiz Pedro.

Ele também era professor na Universidade Federal de Alagoas (Ufal) de Direito Processual Civil, Ética Profissional e também atuava no Escritório Modelo da instituição.

Dos 65 dias internado, o magistrado permaneceu durante 45 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Até a conclusão desta reportagem, não havia informações sobre velório e sepultamento do magistrado.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados