Jornalistas são agredidos com chutes e murros em ato pró-Bolsonaro

Jornalistas são agredidos com chutes e murros em ato pró-Bolsonaro

Por Metrópoles | Edição do dia 3 de maio de 2020
Categoria: Brasil, Notícias | Tags: ,,,


Foto: Hugo Barreto / Metrópoles

Equipes de jornalistas foram agredidas por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante manifestação pró-governo, realizada neste domingo (3), em Brasília. Os profissionais levaram socos, chutes e empurrões de participantes do ato.

O fotógrafo Dida Sampaio, do jornal O Estado de S. Paulo, fazia imagens do presidente em frente à rampa do Palácio do Planalto quando foi agredido. Ele usava uma escada para registrar o momento e foi empurrado por algumas pessoas.

O motorista do jornal Marcos Pereira também foi agredido e chegou a levar uma rasteira. A equipe recorreu à Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) para deixar o local em segurança.

Outros jornalistas, entre eles os do Metrópoles, que acompanhavam a manifestação também foram hostilizados verbalmente.

O presidente apareceu na manifestação pró-governo que reuniu milhares de pessoas na Esplanada dos Ministérios. Os participantes protestavam contra o ex-ministro Sergio Moro, que prestou depoimento no inquérito que apura denúncia de que Bolsonaro tentou interferir na Polícia Federal.

O Supremo Tribunal Federal (STF) e os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), também foram alvo da manifestação.

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados