Italiano foi morto por arma branca, aponta laudo do IML

Italiano foi morto por arma branca, aponta laudo do IML

Por | Edição do dia 23 de novembro de 2018
Categoria: Notícias, Polícia | Tags: ,,,,


112762-italiano_jpeg

A equipe do Instituto de Medicina Legal Estácio de Lima concluiu na manhã de hoje (23), o laudo de exame cadavérico feito nos restos mortais do italiano Carlo Cicchelli. Na declaração de óbito da vítima consta como causa morte, vítima por agressão de arma branca.

Os restos mortais de Carlo Cicchelli deram entrada no IML da capital no dia 05 de novembro, sendo identificado como o corpo do italiano no último dia 14. Apesar do estado avançado de esqueletização do corpo, durante o exame de necropsia, os peritos médicos legistas conseguiram localizar uma das lesões que levaram a vítima a morte.

“Encontramos uma lesão entre o 7º e 8º arcos costais do lado direito, com impregnação sanguínea, compatível com lesão provocado por instrumento perfuro cortante. O ferimento foi encontrado na região hipocôndrio direito, a nível do fígado”, afirmaram os peritos médicos legistas Avelar Holanda e Kleber Santana.

No início da tarde, um irmão e um cunhado de Carlo Cicchelli estiveram na sede do IML da Capital acompanhados pela representante do consulado da Itália em Alagoas. Após os trâmites burocráticos os restos mortais do advogado italiano foram liberados para a família.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados