Itália resgata número recorde de imigrantes em apenas um dia

Itália resgata número recorde de imigrantes em apenas um dia

Por | Edição do dia 30 de agosto de 2016
Categoria: Notícias | Tags: ,,


(Imagem: Reuters)

(Imagem: Reuters)

A Guarda Costeira italiana anunciou na noite desta segunda-feira (29) que resgatou cerca de 6.500 emigrantes ao largo da Líbia, em um dos dias de maior fluxo de refugiados dos últimos anos no Mediterrâneo.

“O centro operacional coordenou 40 missões de resgate” ao largo da Líbia, quando navios da Guarda Costeira e da Marinha italiana, da operação Sophia, da agência europeia Frontex e de organizações humanitárias “salvaram 6.500 emigrantes”, informaram as autoridades italianas no Twitter.

“Hoje estivemos particularmente ocupados”, confirmou um porta-voz, rejeitando falar em recordes.

As saídas dos emigrantes da Líbia ocorrem em ondas, com a concentração do fluxo quando o mar está calmo e o vento do sul leva as precárias embarcações para águas internacionais.

A Médicos Sem Fronteiras (MSF) anunciou no Twitter que seu navio humanitário Dignity participou com a organização catalã Proactiva Open Arms do resgate de centenas de emigrantes a bordo de 15 botes infláveis e um barco de pesca.

Entre os resgatados está um bebê de cinco dias que está doente e foi evacuado de helicóptero para um hospital italiano.

Em sua conta no Twitter, a Proactiva divulgou imagens do resgate de um barco de pesca gravadas por um jornalista a bordo do navio, onde aparecem centenas de pessoas em pânico, muitas se jogando n’água após receber o colete salva-vidas.

"uma loucura. Hoje mais de 3000 pessoas resgatadas junto ao Dignity", relatou ONG nas redes sociais (Repordução Twitter)

“Uma loucura. Hoje mais de 3000 pessoas resgatadas junto ao Dignity”, relatou ONG nas redes sociais (Reprodução Twitter)

 

Segundo a Acnur, ao menos 3.100 emigrantes morreram este ano no mar Mediterrâneo tentando chegar à Europa.

Diariamente, milhares de pessoas tentam chegar ao continente para solicitar asilo político e iniciar uma nova vida. O fluxo de refugiados atual já é considerado o maior desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados