Instituições ambientais discutem criação de duas Unidades de Conservação em AL

Instituições ambientais discutem criação de duas Unidades de Conservação em AL

Por | Edição do dia 26 de julho de 2016
Categoria: Blog, Meio Ambiente, Notícias


Foto: ascom

Foto: ascom

A equipe técnica do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS) esteve segunda-feira (25), na sede do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA/AL) para estabelecer possíveis parcerias com o intuito de criar, implementar e gerir as Unidades de Conservação (UCs) de Alagoas, especialmente as áreas de Caatinga.

Alex Nazário e Esdras Andrade, ambos da Gerência de Fauna, Flora e Unidades de Conservação (Gefuc) do IMA, forneceram à equipe do IABS informações atualizadas sobre os planos de manejo, gestão, zoneamentos e propostas de criação de UCs que poderiam ser alvo de ação conjunta dos órgãos.

“A proposta atual tem destaque especial para as Unidades de Conservação da Caatinga, visto que apenas 1% do bioma encontra-se protegido por UCs no território alagoano”, afirma o geógrafo e consultor ambiental Alex Nazário.

Com base nos estudos da Gefuc, duas áreas foram levantadas como possíveis territórios para a criação de novas Unidades de Conservação.

“Uma delas é a Serra da Mão, localizada no município de Traipu, de características ambientais ímpares na região por deter áreas de ecótonos, com fauna e flora típicas da Caatinga e Mata Atlântica. A Serra da Caiçara e seu entorno, localizada no município de Maravilha, é o outro alvo, por suas características de brejo de altitude e por apresentar no seu entorno diversos registros de sítios arqueológicos e paleontológicos com a descoberta de registros da fauna pré-histórica”, afirma o geógrafo.

Os órgãos pretendem atender a editais de financiamento de projetos na área ambiental para a realização das ações. Além dos editais, os institutos visam fontes de recursos alternativas, como as compensações ambientais que têm seu direcionamento específico para implantação e gestão das Unidades de Conservação.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados