Influenciador Gui Pagnocelli vai responder na Justiça por crime de estelionato

Nas redes sociais ele mostrava sua luta contra câncer e pedia dinheiro para custear supostos tratamentos

Influenciador Gui Pagnocelli vai responder na Justiça por crime de estelionato

Nas redes sociais ele mostrava sua luta contra câncer e pedia dinheiro para custear supostos tratamentos

Por Redação* | Edição do dia 2 de julho de 2021
Categoria: Notícias | Tags: ,,


O influenciador Gui Pagnocelli, famoso nas redes sociais por compartilhar com os seguidores sua luta contra o câncer, foi indiciado pela Polícia Civil pelo crime de estelionato,. De acordo com o delegado Luiz Carlos, que presidiu o inquérito, o indiciamento aconteceu no mês de março. O Ministério Público denunciou o influenciador, que virou réu, e vai responder na Justiça pelo crime.

O delegado informou que Pagnocelli prestou conta apenas de uma das Vakinhas feitas na Internet com o objetivo de custear o tratamento contra o câncer. “A prestação de contas feita pelo próprio indica que somente cerca de 25% têm destino para tratamentos médicos. O restante do valor se refere a outros tipos de despesas que ele alega ter relação com o tratamento como passagens aéreas, hotéis e manutenção veículos”, disse José Carlos.

O inquérito foi concluído no dia 17 de março e a denúncia oferecida pelo Ministério Público no dia 30 de abril. O MPE informou, por meio de sua assessoria de comunicação que o caso segue em segredo de Justiça, e portanto, não vão se pronunciar sobre o ocorrido.

O caso

A Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) iniciou as investigações em julho de 2020, quando surgiram denúncias de que o influencer estaria utilizando o dinheiro arrecadado em vakinhas online para outros fins, que não para o seu tratamento de saúde. Os boatos se espalharam pelas redes sociais, e várias pessoas alegaram que o Gui tinha uma vida boa, e que ele não estaria tão doente como dizia na mídia.

O influencer foi dignosticado em 2012 com um câncer raro no estômago. No Instagram, ele compartilhava sua rotina de tratamento e pedia ajuda para custear os tratamentos complexos para sua doença.

Até o fechamento desta matéria, a defesa do Gui não se manifestou, e o mesmo desativou as redes sociais.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados