Indígenas da tribo Wassu Cocal protestam contra PL 490 em Joaquim Gomes

“A PL 490 representa o extermínio dos povos indígenas”, diz a faixa utilizada pelos manifestantes no protesto

Indígenas da tribo Wassu Cocal protestam contra PL 490 em Joaquim Gomes

“A PL 490 representa o extermínio dos povos indígenas”, diz a faixa utilizada pelos manifestantes no protesto

Por Thatyana Ferreira - estagiária sob supervisão | Edição do dia 22 de junho de 2021
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,,,


Indígenas da tribo Wassu Cocal protestam contra PL 490 . Foto: Ascom PRF

Indígenas da tribo Wassu Cocal bloquearam as duas faixas da BR-101, na cidade de Joaquim Gomes contra o Projeto de Lei (PL) 490/2007. A manifestação acontece de forma pacífica.

“A PL 490 representa o extermínio dos povos indígenas”, diz a faixa utilizada pelos manifestantes no protesto.

De acordo com a assessoria da Polícia Rodoviária Federal (PRF), os indígenas bloquearam a rodovia utilizando pneus e galhos de árvores e estão no local desde às 9h. Agentes estão no local negociando a liberação do km 24 da rodovia.

Segundo a PRF, o trecho da rodovia foi liberado por volta das 14h40. A negociação com os indígenas durou toda a manhã e parte da tarde.

Mais sobre o PL 490

O Projeto de Lei foi apresentado pelo deputado Homero Pereira (PR-MT) e determina que as terras indígenas sejam demarcadas através de leis e se aprovado a demarcação dos territórios ficará a critério do Congresso.

Atualmente a demarcação das terras ocupadas por povos indígenas é feita pelo Governo Federal, por meio de ato administrativo executado pela Fundação Nacional do Índio (Funai).

“O PL 490 permite que o governo tire da posse de povos indígenas áreas oficializadas há décadas, escancara as terras indígenas a empreendimentos predatórios, como o garimpo, e, na prática, vai inviabilizar as demarcações, totalmente paralisadas pelo governo Bolsonaro”, afirma Kretã Kaingang, da coordenação da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib).

 

 

Atualizada em: 22/06/2021 as 15h03

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados