IMA vistoria propriedade rural particular para criar área de soltura de animais

Órgão ambiental preza pela reintrodução de espécies na natureza em loocais adequadas 

IMA vistoria propriedade rural particular para criar área de soltura de animais

Órgão ambiental preza pela reintrodução de espécies na natureza em loocais adequadas 

Por Ascom IMA | Edição do dia 17 de março de 2021
Categoria: Meio Ambiente, Notícias | Tags: ,,


Órgão ambiental preza pela reintrodução de espécies na natureza em locais adequadas (Foto: Ascom IMA)

O Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) registrou a entrada de sete mil animais em Alagoas no ano de 2020. A soltura da maioria destes ocorreu em áreas especificamente apropriadas, em locais públicos ou privados. O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL) recebe solicitações de proprietários de terras que desejem colaborar na reintrodução de animais à natureza.

“As áreas de soltura são escolhidas de acordo com a proteção, sem muito acesso às pessoas para caçar os animais; tamanho e os tipos de vegetação presentes”, explica Ana Cecília, veterinária do IMA no Cetas. A equipe técnica do órgão ambiental visitou uma área particular na última sexta-feira (12) para vistoria da viabilidade.

Durante a vistoria, foi relatado a presença de diversas espécies no ambiente, desde papagaio-de-mangue até bicho-preguiça. A presença de nativos facilita a reintrodução dos animais reabilitados no Cetas.

“Cada espécie vive em determinado hábitat, tem uns que são de mata fechada, outros de área aberta, alguns de mangue, além de borda de mata. É necessário ter todo um cuidado e estudo para determinar qual será a área de soltura apropriada”, detalha a veterinária.

O dono de terra que tiver interesse em transformar um fragmento da propriedade em área de soltura deve entrar em contato com a equipe de Fauna do órgão no WhatsApp (82) 98833-9407, solicitando a lista de documentação necessária.

Em seguida, abrir processo por meio de envio de solicitação para o e-mail protocolo@ima.al.gov.br. O texto precisa estar direcionado à Gerência de Fauna, Flora e Unidades de Conservação (Gefuc), com as devidas especificações.

A veterinária Ana Cecília valoriza a participação dessas pessoas. “São muito importantes no processo de soltura”, comenta. Como área de soltura, o local terá prioridade de atendimento de denúncias por parte do IMA.

Para relatar denúncias ao órgão ambiental, é disponibilizado o aplicativo IMA Denuncie para Android e iOS, que possibilita anonimato em denúncias detalhadas com descrição, geolocalização e imagens.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados