Bom Dia!, Quinta-Feira - 12 de Dezembro de 2019

 

IMA conta com ajuda de botânico mineiro para implantação do Inventário Florestal de Alagoas

Ascom / IMA-AL / 2:53 - 16/03/2017

Pesquisador deve colaborar com a identificação de amostras do Inventário Florestal Nacional


O Herbário do Instituto do Meio Ambiente (IMA-AL) terá seus mais de 60 mil exemplares de plantas digitalizados e disponibilizados em um banco de dados acessível para pesquisadores de todo o mundo. Trata-se do Inventário Florestal Nacional (IFN), que está sendo implantado no Estado graças ao acordo assinado em novembro de 2016 entre o órgão e o Serviço Florestal Brasileiro (SFB).

Como fruto desta parceria, o órgão recebeu a vista de Marcos Sobral, botânico e professor adjunto da Universidade Federal de São João Del-Rei (MG), que tem conhecimento amplo de diversas famílias botânicas e realizará as pesquisas no Herbário até sexta-feira (17).
De acordo com Rosângela Lemos, curadora do Herbário MAC, o botânico deve colaborar com a identificação de algumas amostras do IFN. “Ele também contribuirá na revisão de algumas famílias do acervo do Herbário, o que é de extrema importância para aprofundar o conhecimento da flora de Alagoas”, afirmou.
Inventário
Com a assinatura do acordo e implantação do Inventário, todo o acervo do Herbário MAC será digitalizado e inserido no Reflora, um banco nacional de plantas do Brasil. As coletas de dados foram feitas em diversos pontos do Estado e o material está sendo analisado pela equipe do Herbário MAC com o apoio de especialistas enviados pelo SFB.
Além de fornecer indicadores da biodiversidade brasileira, as informações do Inventário servirão de base para o desenvolvimento de políticas públicas específicas para cada localidade, como programas de reflorestamento, combate à degradação e proteção do solo.

Comentar usando