Ifal lança Observatório Alagoas do Sul, para organizar estudos econômicos e socioambientais no estado

Lançamento será nesta quarta-feira (10), pelo Youtube

Ifal lança Observatório Alagoas do Sul, para organizar estudos econômicos e socioambientais no estado

Lançamento será nesta quarta-feira (10), pelo Youtube

Por Ascom Ifal | Edição do dia 10 de março de 2021
Categoria: Educação, Notícias | Tags: ,


Este slideshow necessita de JavaScript.

O Instituto Federal de Alagoas lança, nesta quarta-feira (10), o Observatório de Estudos Econômicos e Socioambientais Alagoas do Sul, para sistematizar e organizar a produção de conhecimentos científicos sobre Alagoas, especialmente sobre a região do complexo estuariano lagunar Mundaú-Manguaba. O observatório é uma iniciativa dos professores da área de Ciências Humanas do Campus Marechal Deodoro e estará vinculado ao curso de Especialização em Educação e Meio Ambiente.

O lançamento será feito de forma virtual, pelo Youtube, devido à pandemia da Covid-19. O evento começa às 13h30, com a solenidade de abertura, seguida por duas mesas-redondas com a participação de pesquisadores renomados no estado. Às 15h, a mesa “Por que estudar Alagoas?” terá a presença da professora Luciana Caetano e do professor Zezito Araújo. E às 19h, o debate terá como tema “A EPT na construção do Ensino, Pesquisa e Extensão populares”, com participação da professora Lucília Machado e do professor Fábio Bezerra.

– O evento oferece certificado de participação com carga horária de 8h. As inscrições podem ser feitas até o início do evento pelo link: https://www.even3.com.br/seminarioobservatorioalagoasdosul

Um dos organizadores do observatório é Fabiano Duarte, professor de História do Campus Marechal Deodoro. Ele explica que a ideia busca fortalecer ações de ensino, pesquisa e extensão que investiguem Alagoas, além de aproximar o Ifal da sociedade alagoana e dos movimentos populares presentes no estado.

“Convidamos servidores e estudantes do Ifal a participarem conosco dessa construção e também pesquisadores de outras instituições. Já temos algumas linhas de pesquisa definidas e outras podem ser criadas por novos participantes. Iremos apresentá-las no lançamento e divulgar nosso cronograma semestral de atividades, que inclui começar a organizar uma revista e uma coletânea de livros sobre Alagoas”, explica Fabiano.

Entre os princípios fundadores do observatório está a defesa da educação pública, gratuita e de qualidade, o respeito à liberdade intelectual e a produção de conhecimento crítico e de relevância social.

 
Confira os links de transmissão no site www.marechal.ifal.edu.br.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados