Ibope/CNI: Bolsonaro tem 27%, Haddad, 21%; Ciro,12%; Alckmin, 8%

A pesquisa ouviu 2 mil pessoas nos dias 22, 23 e 24 de setembro, em 126 municípios

Por | Edição do dia 26 de setembro de 2018
Categoria: Notícias, Política | Tags: ,,,,,,,,


Os candidatos a presidente Jair Bolsonaro (PSL), Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB) e Marina Silva (Rede) – (Arquivo O GLOBO)

Pesquisa Ibope contratada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nesta quarta-feira mostra o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, na liderança com 27% das intenções de voto. Em segundo lugar, está Fernando Haddad (PT), com 21%; seguido por Ciro Gomes (PDT), com 12%; e Geraldo Alckmin, com 8%. Marina Silva (Rede) tem 6%.

A pesquisa ouviu 2 mil pessoas nos dias 22, 23 e 24 de setembro, em 126 municípios. Na última segunda-feira, o mesmo instituto divulgou uma outra pesquisa, contratada pela TV Globo, em que 2.506 pessoas foram ouvidas entre os dias 22 e 23 de setembro. Houve pouca variação: Bolsonaro oscilou um ponto para baixo, assim como Haddad, enquanto Ciro oscilou um para cima e Alckmin continuou no mesmo patamar.

Nesta pesquisa, Marina oscilou de 5% para 6% das intenções de voto, João Amoêdo (Novo) manteve 3%, Alvaro Dias (Podemos) manteve 2%, assim como Henrique Meirelles (MDB). Guilherme Boulos (PSOL) teve 1%.

Brancos e nulos somam 11% e não sabem ou não responderam 7% dos entrevistados. Vera Lúcia (PSTU), Eymael (DC), Cabo Daciolo (Patriota) João Goulart Filho (PPL) não pontuaram.

A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. O novo levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-04669/2018.

O Ibope também mediu a taxa de rejeição dos candidatos. Quando perguntados em quem não votaria de jeito nenhum, 44% dos entrevistados apontaram Jair Bolsonaro. Fernando Haddad tem 27% de rejeição, o mesmo patamar de Marina Silva. A rejeião dos outros candidatos foi: Alckmin, 19%; Ciro Gomes, 16%; Cabo Daciolo, 11%; Meirelles, 11%; Eymael, 10%; Alvaro Dias, 9%; Guilherme Boulos, 9%; Vera Lúcia, 9%; João Amoêdo, 8% e João Goulart Filho, 7%. Poderiam votar em todos 2% dos entrevistados; e não sabem ou não responderam 7%.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados