Hospital da Mulher suspende cirurgias eletivas e consultas ambulatoriais

Medida está em vigor desde a 0 hora deste sábado (21) e tem duração de dez dias segundo a direção da unidade

Hospital da Mulher suspende cirurgias eletivas e consultas ambulatoriais

Medida está em vigor desde a 0 hora deste sábado (21) e tem duração de dez dias segundo a direção da unidade

Por | Edição do dia 21 de março de 2020
Categoria: Coronavírus | Tags: ,,


5b3d458b999afaec954d5e144c41ed8c_L

Foto: Carla Cleto

Para evitar aglomerações, que estão suspensas pelo decreto de emergência do governo do Estado como medida de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19), o Hospital da Mulher Dr.ª Nise da Silveira suspendeu por dez dias desde a 0 hora deste sábado (21), as cirurgias eletivas e do mutirão, assim como, as consultas ambulatoriais.

De acordo com a diretora-geral do Hospital da Mulher, Eliza Barbosa, a medida faz parte das ações para evitar aglomerações e a proliferação do novo coronavírus.

As gestantes que derem entrada no hospital, serão atendidas na Classificação de Risco, de acordo com o Protocolo de Manchester. Por meio dele, haverá classificação de pacientes, através do uso de cores, que permitem definir rapidamente qual é a situação de cada uma, resultando em atendimentos mais rápidos.

Já Área Lilás, da Rede de Atenção às Vítimas de Violência Sexual (RAVVS), vai atender as crianças e os adolescentes que sofreram algum tipo de abuso nas últimas 72 horas. Após esse período, será agendado, posteriormente, o atendimento.

Ainda de acordo com diretora-geral do HM, o hospital está observando as recomendações emitidas pelas autoridades sanitárias nacionais e a gestão local do Sistema Único de Saúde (SUS), no que diz respeito à organização da oferta de serviços à população.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados