Hospitais Metropolitano, do Coração e novo Hemoal formarão o maior complexo hospitalar público de AL, diz Alexandre Ayres

Unidades contarão com moderno parque arquitetônico, em um prédio de quatro pavimentos

Hospitais Metropolitano, do Coração e novo Hemoal formarão o maior complexo hospitalar público de AL, diz Alexandre Ayres

Unidades contarão com moderno parque arquitetônico, em um prédio de quatro pavimentos

Por Assessoria | Edição do dia 24 de agosto de 2021
Categoria: Saúde


Interligado ao Hospital Metropolitano de Alagoas (HM), a construção do novo Hemocentro de Alagoas (Hemoal) e do Hospital do Coração, irá trazer avanços e melhorias para a saúde pública do Estado. O secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, esteve com o governador Renan Filho, acompanhando a evolução das obras e destacou que as três unidades, quando estiverem em funcionamento, formarão o maior complexo hospitalar público de Alagoas.

“Muito importante a chegada desse hospital e do hemocentro, que vão se integrar à estrutura do Hospital Metropolitano, formando o maior complexo hospitalar público de Alagoas. Aqui nós teremos os melhores especialistas e os equipamentos mais modernos para que a possamos salvar a nossa gente”, diz Alexandre Ayres.

A construção do Hospital do Coração vai possibilitar a estruturação do serviço cardiológico e de hemodinâmica, que hoje funciona no Hospital Geral do Estado (HGE). O novo equipamento oferecerá estrutura ambulatorial e de cirurgia cardiopediátrica para a Casa do Coraçãozinho. Já o novo Hemoal, ofertará uma melhor estrutura física aos profissionais que lá trabalham e conforto aos usuários.

“Um investimento de R$45 milhões que vai atuar diretamente na principal causa de morte por doença no Estado de Alagoas, que são as doenças relacionadas ao sistema cardiovascular humano. Isso é um passo decisivo para que a gente preste o melhor serviço em saúde. Está todo mundo muito animado para que a gente possa entregar em breve o Hospital do Coração, que é o oitavo hospital que o nosso governo enfrentou o desafio de fazer, prontinho para beneficiar os alagoanos”, explica Renan Filho.

Estrutura – Com um moderno projeto arquitetônico, o prédio de quatro pavimentos, que vai abrigar o Hospital do Coração e o novo Hemoal, será construído numa área de 60 mil m², que será interligado ao HM. No pavimento térreo, ficarão localizados os setores de radiologia e o ciclo do sangue, que compreende a recepção do doar, consultórios de triagem hemoterápica, sala de coleta, do Serviço Social e setor de dispensação do sangue e hemocomponentes.

Além da área de processamento de sangue e dos laboratórios de hematologia, o segundo pavimento terá ligação ao bloco administrativo do Hospital Metropolitano e vai sediar o Centro Cirúrgico e a Hemodinâmica, com ligação direta ao setor de Transplantes e à sala de Cirurgia Híbrida, que contará com equipamentos de alta complexidade para integração de imagens, como tomógrafo e ultrassonografia.

Já no terceiro andar, ficarão localizados os ambulatórios, o setor de registros gráficos, as enfermarias para internações e a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). E no quarto e último pavimento, estarão situadas as áreas administrativas do novo Hemocentro e do Hospital do Coração, além de uma biblioteca setorial e o centro de estudos.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados