Homem é preso por tentativa de estupro e alega ser ex-oficial do Exército

Por | Edição do dia 4 de janeiro de 2016
Categoria: Artigos, Notícias, Polícia | Tags: ,,,


Policiais civis da 6ª Delegacia Regional de Polícia Civil de São Miguel dos Campos (6ªDRP), comandados pelo delegado plantonista Oldemburgo Paranhos, informaram a prisão em flagrante, na noite deste domingo (03), de um acusado de tentativa de estupro e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

O início do ano já começa com crimes em Alagoas. Na noite desse domingo (03), policiais civis prenderam em flagrante um homem acusado de tentativa de estupro, José Carlos Nonato dos Santos Coelho, de 55 anos, foi preso em sua residência.

Ação aconteceu logo após uma denúncia de que ele teria tentado estuprar uma adolescente de 15 anos em São Miguel dos Campos. Os policiais ainda encontraram com ele armas de grosso calibre e equipamentos. De acordo com o delegado Oldemburgo Paranhos, a vítima, na companhia da mãe, foi até a delegacia registrar a denúncia.

A adolescente revelou que estava em casa dormindo na companhia do irmão de 5 anos, quando foi abordada pelo acusado com uma faca no pescoço, obrigando ela ir até a sala, onde a mandou tirar a roupa, beijar ele, fazer carícias, e que o acusado, ainda tentou praticar sexo anal, mas não conseguiu. Ela também contou que José Carlos portava uma arma e que a todo tempo a ameaçava, apontado a arma para sua cabeça.

No momento do abuso, a mãe da adolescente se encontrava no trabalho. A vítima contou ainda que José Carlos retornou mais duas vezes na residência para tentar abusá-la, sempre com uma arma ameaçando, caso ela reagisse. José Carlos é conhecido da mãe da vítima, segundo ela, ele alugou a casa onde reside atualmente com os filhos.

Além da pistola calibre 40 utilizada no crime, foi encontrado um arsenal de armas na residência de José Carlos: fuzil com laser acoplado, várias munições de calibre 44 e 40, uma luneta de longo alcance, binóculo infra vermelho em com visão noturna, três carregadores de pistola, uma mira a laser e coldres. O acusado alegou ser ex-oficial do Exercito.

O delegado Oldemburgo informou que ele não possuía nenhuma autorização para estar com essas armas de uso restrito e que será autuado por porte ilegal.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados