Ex-presidiário é morto com 17 tiros na Chã do Pilar

Crime foi praticado por dois homens, ainda não identificados, que fugiram de moto

Ex-presidiário é morto com 17 tiros na Chã do Pilar

Crime foi praticado por dois homens, ainda não identificados, que fugiram de moto

Por | Edição do dia 13 de abril de 2017
| Tags: ,


O ex-presidiário Márcio Carlos de Almeida, de 38 anos, conhecido como “Marcos Som”, foi assassinado com 17 tiros de revólver do calibre 38, no final da tarde desta quarta-feira, dia 12, nas proximidades do Hotel e Restaurante do Bau, Chã do Pilar. Ele estava dentro de um carro quando o crime foi praticado.

De acordo com os levantamentos da Polícia Militar, ele foi atingido por nove disparos na região das costelas, cinco no braço esquerdo, um nas costas, um no pescoço e outro na cabeça.

Os disparos  foram efetuados por dois homens, ainda não identificados, que usaram uma moto na fuga.

Marcos já foi apontado pela Polícia alagoana como líder de uma facção criminosa que praticava homicídios e traficava drogas na região do Pilar. Em abril do ano passado, ele foi apresentado à imprensa durante entrevista coletiva. A facção liderada por ‘Márcio Som’ integrava a quadrilha do capitão PM Paulo Henrique Santos Costa, o ‘Capitão Paulo Costa’, preso pela Polícia Federal juntamente com o chefe da Guarda Municipal do Pilar. Todos eram suspeitos de cerca de 300 homicídios.

O corpo foi recolhido para o Instituto Médico Legal (IML) Estácio de Lima, em Maceió, para necropsia. O caso será investigado pela equipe da Delegacia do Pilar.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados