Homem é apedrejado até a morte no Jacintinho

O crime foi cometido por quatro suspeitos que seguem foragidos

Homem é apedrejado até a morte no Jacintinho

O crime foi cometido por quatro suspeitos que seguem foragidos

Por Thatyana Ferreira - estagiária sob supervisão | Edição do dia 7 de abril de 2021
Categoria: Maceió, Polícia | Tags: ,,


Um homem de aproximadamente 50 anos foi apedrejado até a morte durante a madrugada desta quarta-feira (7) no Jacintinho. Quatro homens são suspeitos de terem cometido o crime, mas eles seguem foragidos. Testemunhas acreditam que a vítima era um morador de rua.

Foto: Ilustração

Era por volta das 1h da madrugada de hoje quando a guarnição motorizada Guardiã 05, pertencente ao Batalhão de Polícia de Eventos foi acionada ao Jacintinho nas proximidades do Unicompra. Já encontraram a vítima sem vida em via pública, ao lado de uma igreja da Assembléia de Deus.

De acordo com testemunhas, quatro homens se aproximaram da vítima e depois que o apedrejaram até a morte fugiram do local. Não havia nenhum motivo aparente para a agressão e acreditasse que a vítima era um morador de rua. Uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), esteve no local e constatou o óbito. 

Uma equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa também esteve presente. Além dos peritos do Instituto Médico Legal (IML) e do Instituto de Criminalística (IC), que realizaram os procedimentos necessários em relação ao corpo. O caso deve seguir para investigação.

Achado de Cadáver

Além do homicídio registrado na capital alagoana um cadáver foi encontrado na Zona Rural do estado, em Marechal Deodoro, por volta das 21h desta terça-feira (6). A vítima, José Cícero dos Santos, de 31 anos, foi encontrado morto numa fábrica de cerâmicas.

Ele estava com uma lesão de dez centímetros na axila direita, o braço direito fraturado e apresentava um afundamento na caixa torácica direita. Ainda não há informações sobre a real causa da morte do homem, nem sobre o suspeito de cometer o crime.

Equipes do Instituto de Criminalística (IC) e do Instituto Médico Legal (IML) estiveram presentes no local do crime para que as medidas em relação ao corpo fossem tomadas. Esse caso também deve seguir para investigação das autoridades competentes.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados