Hemoal Arapiraca faz coleta de sangue em Coité do Nóia nesta terça (17)

Ação ocorre das 8h às 16 horas, em frente à Praça Antônio Pedro de Albuquerque, no Centro

Hemoal Arapiraca faz coleta de sangue em Coité do Nóia nesta terça (17)

Ação ocorre das 8h às 16 horas, em frente à Praça Antônio Pedro de Albuquerque, no Centro

Por | Edição do dia 17 de março de 2020
Categoria: Ultimas Notícias | Tags: ,,,


f044a7a8975d6ff00ca61b0314940d5a_L

Foto: Carla Cleto

O Hemocentro de Alagoas (Hemoal), Unidade Arapiraca, promove coleta de sangue em Coité do Nóia, nesta terça-feira (17). A ação vai ocorrer das 8h às 16h, em frente à Praça Antônio Pedro de Albuquerque, localizada no bairro Centro.

Por meio da coleta, serão captadas doações de sangue dos moradores de Coité do Nóia e municípios vizinhos. Além de fornecer sangue para o Hospital de Emergência do Agreste (HEA), o Hemoal Arapiraca abastece as unidades hospitalares de 46 municípios do Agreste, Sertão e Baixo São Francisco, integrantes da II Macrorregião de Saúde.

Os alagoanos também podem se candidatar à doação de sangue na sede do Hemoal Arapiraca. O órgão funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30, no mesmo prédio do Laboratório Municipal, na Rua Geraldo Barbosa, no bairro Centro.

Na capital alagoana, as doações podem ser feitas no Hemoal Trapiche, localizado ao lado do Hospital Geral do Estado (HGE). A unidade atende de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h e, aos sábados, das 8h às 17h. Já no Hemoal Farol, que funciona no Hospital Veredas, antigo Hospital do Açúcar, os voluntários podem praticar o gesto solidário de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h.

Critérios

Os interessados em se candidatar à doação de sangue, devem ter peso igual ou superior a 50 kg, idade entre 16 e 69 anos, além de portar um documento de identificação com foto. No caso dos menores de 18 anos, é imprescindível estar acompanhado dos pais e portando um documento de identificação oficial e original dos responsáveis.

Portaria expedida pelo Ministério da Saúde (MS) informa que, ficam impedidas de se candidatar à doação de sangue, as pessoas que tenham contraído hepatite após os 11 anos de idade, além de sífilis, Aids e doença de Chagas. No caso das gestantes e lactantes, é proibida a doação e, para repetir o ato, os homens devem respeitar o prazo de dois meses e as mulheres ficam impedidas durante três meses.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados