HE do Agreste já atendeu mais de 1.200 pacientes para tratamento da Covid-19; veja

Serviço de Epidemiologia Hospitalar reforça necessidade do isolamento social para evitar contaminação pelo novo coronavírus

HE do Agreste já atendeu mais de 1.200 pacientes para tratamento da Covid-19; veja

Serviço de Epidemiologia Hospitalar reforça necessidade do isolamento social para evitar contaminação pelo novo coronavírus

Por Assessoria | Edição do dia 20 de março de 2021
Categoria: Alagoas, Coronavírus | Tags: ,,,,


Foto: Reprodução

O mais atualizado boletim epidemiológico, divulgado nesta sexta-feira (19), revela uma mudança no perfil dos pacientes infectados pelo novo coronavírus e atendidos no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca.

O levantamento realizado pelo Serviço de Epidemiologia Hospitalar mostra que de 5 de abril do ano passado até 18 de março deste ano, a unidade acolheu 1.201 pacientes para tratamento e cura da Covid-19.

A assistente social Ana Lúcia Lima, que coordena o Serviço de Epidemiologia Hospitalar, alerta a população sobre do aumento dos casos de internações, nos primeiros meses deste ano. “Percebemos uma mudança de perfil. No ano passado, a maior parte dos pacientes era de idosos acima de 60 anos, apresentando sempre alguma comorbidade. Mas, agora, observamos que a maioria das pessoas que estão sendo internadas têm idade abaixo de 60 anos”, relata.

Ana Lúcia Lima explica que, após a chegada das novas variantes, a equipe do HE do Agreste tem percebido uma maior quantidade de pessoas mais novas infectadas. Isso porque, segundo ela, existe muito mais poder de infecção e de concentração de casos.
“Se as pessoas não tiverem o devido cuidado para evitar o adoecimento, a gente não vai conseguir controlar essa epidemia. O isolamento social é uma das medidas e uma das formas mais eficazes. Caso contrário, não vamos conseguir controlar o novo coronavírus”, acrescenta Ana Lúcia Lima.

Higienização – A coordenadora do Serviço de Epidemiologia Hospitalar reforça também a necessidade de as pessoas continuarem usando máscaras de proteção, álcool em gel e lavagem das mãos periodicamente. “Muita gente escuta essas recomendações e, mesmo assim, descumprem as normas e observamos dezenas de pessoas nas ruas, circulando sem máscaras e levando a doença para suas casas. Então, fica esse alerta. Nossos leitos estão sobrecarregados. A prevenção é uma responsabilidade de cada um e somos responsáveis pelo fim dessa pandemia, com o isolamento social e as medidas que são indicadas pelas autoridades sanitárias”, frisa Ana Lúcia Lima.

Mais leitos – O Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau), ampliou recentemente a oferta de leitos exclusivos para tratamento de pacientes com Covid-19 no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca.
Foram disponibilizados mais 15 leitos, dos quais cinco são de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e dez de Enfermaria. O hospital passou a funcionar, agora, com 32 leitos de UTI e 60 clínicos, totalizando 92 leitos para o tratamento e cura da Covid-19.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados