HE do Agreste encerra curso de atendimento humanizado e acolhedor

Curso foi encerrado com café da manhã servido no auditório do HE do Agreste

HE do Agreste encerra curso de atendimento humanizado e acolhedor

Curso foi encerrado com café da manhã servido no auditório do HE do Agreste

Por Assessoria | Edição do dia 29 de dezembro de 2021
Categoria: Saúde | Tags: ,,,,,,,


O Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca, por meio do Núcleo de Educação Permanente (NEP) encerrou as atividades com a última aula e celebração do sucesso do curso “Comunicação para um Atendimento Humanizado e Acolhedor”. O curso teve certificado de 60 horas e foi conduzido de maneira híbrida, por meio de aulas presenciais e on-line.

O NEP, com autorização da gerência-geral, seguiu a proposta de continuar abrindo as portas dos cursos para profissionais da saúde de outras instituições.

“A humanização no atendimento, o acolhimento são marcas registradas no Hospital de Emergência do Agreste. E cursos como este mostram como o serviço é diferenciado e consegue ainda interagir e qualificar os nossos servidores e profissionais de outras instituições, ofertando vagas e cursos que podem colaborar ainda mais com a sociedade”, ressaltou Bárbara Albuquerque, gerente-geral do HE do Agreste.

Os módulos oferecidos trataram de Relações interpessoais, Excelência no atendimento, Princípios básico do atendimento à pessoa com deficiência, Introdução a Libras, Comunicação e alta performance, Humanização na saúde, Ética profissional, Comunicação verbal, não- verbal, Postura e Linguagem corporal.

Tomaram à frente das atividades profissionais conceituados em suas áreas de atuação Lucineide Santos (Analista e treinadora comportamental e coach integral sistêmico), psicólogo Ilton Filho (Excelência no Atendimento), enfermeira Cléia Nobre e o professor de Libras, Edson Lima.

Além disso, por meio da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Hospital de Emergência do Agreste (HEA) e Supervisão de Cuidados à Pessoa com Deficiência (Suped), o curso também ofereceu módulos ministrados pelo médico Jean Rafael, Sandra Barros e a responsável técnica do curso, Marta Santana.

“Foram mais de 95% de presença do público na finalização do curso. É uma prova de que conseguimos conquistar os profissionais, que mesmo com as agendas cheias, confiaram e continuaram se dispondo a vir presencialmente ao auditório do hospital e ainda acompanhar as aulas via on-line. Acertamos, mais uma vez, na proposta”, afirmou Marta Santana, responsável técnica pelo curso.

“A inclusão é um dos pilares do Sistema Único de Saúde. Pensamos em todos os aspectos para chamar a atenção da turma e ter excelência na rotina das aulas. Nada melhor que terminar o curso, o ano de 2021 com uma presença em massa dos alunos. Assim a gente sabe que pode fazer a diferença lá fora, no atendimento aos usuários e aos familiares”, relata o enfermeiro Jean Marinho Vital, coordenador do NEP.

“Seu” Valter Rodrigues, motorista de ambulância, se sentiu valorizado ao participar do curso

Valter Rodrigues, motorista de ambulância no HE do Agreste, fez questão de salientar que se sentiu, novamente, valorizado pela gestão do hospital. “Ter acesso a este conteúdo foi maravilhoso para mim. Conhecer novos assuntos muda a vida da gente e torna o atendimento mais acolhedor, mais dinâmico e atencioso”, completou Valter.

Para a enfermeira Gisela Luiza Santos, coordenadora do Centro Cirúrgico do HE do Agreste, o curso chamou a atenção pela programação. “Quando vi que era sobre acolhimento, comunicação e humanização fiquei empolgada em participar. Por mais experiência que se tenha, estudar amplia a nossa maneira de ver e sentir o mundo. Soma ao dia a dia, e sempre chama a atenção para o respeito ao próximo e como podemos observar as pessoas, sejam os colegas profissionais e os pacientes, familiares”, considerou Gisela.

Já que as portas do hospital foram abertas para a participação de profissionais de outras instituições participarem do curso, Maynna Oliveira não perdeu tempo. Assistente social no Sesc Arapiraca, ela não só se matriculou como cumpriu a carga horária das aulas, para levar ao público do Sesc o conhecimento adquirido no HE do Agreste.

“Foi muito importante participar deste curso porque agregou à minha experiência profissional e ao meu mundo pessoal. Tratar sobre acolhimento, Libras, saúde mental, foi maravilhoso”, comemorou Maynna.

Durante o ano de 2021, o Núcleo de Educação Permanente do Hospital de Emergência do Agreste, realizou palestras, cursos, capacitações e atividades que foram acompanhadas por mais de mil profissionais do próprio hospital e de outras instituições.

“Mais uma vez o NEP está de parabéns pela maneira como conduziu os trabalhos durante um ano tão complicado e, mesmo assim, conseguiu trazer conteúdo valorizando os profissionais, com nomes de gabarito no mercado, e ter uma aceitação acima da média. Em 2022 vamos continuar trabalhando seguindo estes critérios para ajudar a fortalecer psicologicamente as equipes e multiplicar este conhecimento”, anunciou Bárbara Albuquerque.

O curso foi finalizado com um café da manhã que contou com a participação dos alunos e da comissão organizadora.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados