Guardas de Atalaia ameaçam fazer greve por atraso de pagamento

Categoria afirma que o salário não tem uma data fixa e ainda não receberam o pagamento de setembro

Guardas de Atalaia ameaçam fazer greve por atraso de pagamento

Categoria afirma que o salário não tem uma data fixa e ainda não receberam o pagamento de setembro

Por | Edição do dia 22 de outubro de 2018
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,,


guardas muincipais de Atalaia

O Sindicato dos Guardas Civis Municipais de Alagoas (Sindguarda-AL) participou de uma reunião na última quarta-feira (17), no Fórum de Atalaia, com a promotoria da cidade. A entidade sindical cobra uma data fixa para o pagamento dos salários dos guardas municipais – os salários são pagos em datas diferentes a cada mês; até o dia 19, o pagamento de setembro ainda não havia sido efetuado. Nesta segunda (22), o órgão fará mais uma reunião e caso a prefeitura não faça acordo haverá paralisação.

O Sindicato fez uma solicitação ao Ministério Público, pedindo ao órgão que convoque a prefeitura para que possa ser feito um Termo de Ajuste de Conduta com a gestão para que o guarda tenha uma data fixa para receber o salário.

“Com o salário o guarda mantêm o aluguel, a feira, água, luz, as despesas mensais. Não podemos ficar à mercê da boa vontade da prefeitura; ela recebe os repasses sempre nas datas certas, nos dias 10, 20 e 30. Então, se ela recebe não há explicação para o servidor ser penalizado com o atraso no pagamento”, afirmou Carlos Pisca, presidente do Sindguarda.

Com as dificuldades enfrentadas pelos guardas da cidade, o Sindicato fez a denúncia ao MPE. A ausência da definição de uma data de pagamento está trazendo prejuízos imensos à categoria em Atalaia.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados