Governo vai discutir hoje o planejamento energético de Alagoas

A reunião está marcada para as 9h30, no auditório do Salão Aqualtune do Palácio República dos Palmares

Governo vai discutir hoje o planejamento energético de Alagoas

A reunião está marcada para as 9h30, no auditório do Salão Aqualtune do Palácio República dos Palmares

Por | Edição do dia 24 de outubro de 2018
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,,


O Conselho Estadual de Política Energética (Cepe) realiza, nesta quarta-feira (24/10), sua 37ª reunião ordinária, para discutir a integração das políticas energéticas no Estado e o desenvolvimento sustentável em benefício da sociedade alagoana. A reunião está marcada para as 9h30, no auditório do Salão Aqualtune do Palácio República dos Palmares, Centro.

A reunião será pautada nos planos de trabalho elaborados pelos comitês temáticos nas áreas de energia renovável e não renovável, regulação, capacitação, monitoramento e eficiência energética. Na oportunidade, a Eletrobras Alagoas e a Algás apresentarão informações sobre assuntos específicos para apreciação dos conselheiros.

A cada três meses, os comitês temáticos que assessoram o Cepe promovem reuniões ordinárias, que têm por objetivo apoiar a proposição de políticas públicas para o setor. O calendário anual do Cepe e dos comitês temáticos prevê quatro reuniões ordinárias por ano. A terceira etapa das discussões aconteceu de 15 a 18 deste mês, na sede da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur).

Essas ações envolvem permanentemente gestores do setor produtivo, universidades, entidades do Poder Executivo, além das companhias de distribuição de luz e gás natural do Estado.

De acordo com o gerente de Recursos Energéticos da Sedetur, Bruno Macedo, o objetivo principal de todas essas ações é acompanhar e planejar a matriz energética de Alagoas, com ênfase no potencial das energias e na integração dos nossos diversos segmentos.

Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), Rafael Brito, as ações em prol de políticas energéticas no Estado são de extrema importância para a atração de novos investimentos.

“Quando temos um estado que oferece diferentes fontes energéticas e que sejam eficientes conseguimos atrair novos empreendimentos, promovendo o desenvolvimento e gerando novas oportunidades aos alagoanos”, explica Rafael.

Em dezembro, os seis comitês temáticos e o Conselho Estadual de Política Energética se reúnem pela quarta e última vez em 2018, para conclusão dos trabalhos.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados