Governo vai capacitar 2 mil alagoanos da zona da mata para vagas em novas indústrias

Qualificação profissional da mão de obra local visa oportunizar o acesso a empregos nas novas empresas e indústrias que estão chegando na região, como Natura, Copra Alimentos, Moinho Motrisa e Nativille

Governo vai capacitar 2 mil alagoanos da zona da mata para vagas em novas indústrias

Qualificação profissional da mão de obra local visa oportunizar o acesso a empregos nas novas empresas e indústrias que estão chegando na região, como Natura, Copra Alimentos, Moinho Motrisa e Nativille

Por Assessoria | Edição do dia 6 de outubro de 2021
Categoria: Alagoas, Mercado | Tags: ,,,,,,,


Dois mil alagoanos residentes na Zona da Mata serão capacitados gratuitamente pelo Governo de Alagoas para o mercado de trabalho da região, que vem se ampliando com a chegada de empresas e indústrias incentivadas pelo Estado, a exemplo do novo Centro de Distribuição da gigante de cosméticos Natura e da indústria de laticínios Nativille. Nesta terça-feira (05), o governador Renan Filho e o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcius Beltrão, assinaram o contrato com as duas empresas que realizarão os treinamentos profissionais a fim de formar mão de obra local.

Com um investimento de mais de R$ 1,2 milhão do Tesouro Estadual, os cursos nas áreas de Gestão Industrial, Logística e Metalmecânica, Ferramentas da Qualidade e Empreendedorismo, Informática, Matemática e Raciocínio Lógico terão início em, no máximo, um mês e serão realizados em Murici pelas empresas LCF Serviços e Mazza Facility, especializadas em capacitação profissional para os setores público e privado.

“O Estado de Alagoas dá mais um passo no sentido de cumprir os compromissos que firmamos com a Natura, e vamos, integralmente, cumprir todos. Esperamos que a Natura recolha aqui, na sua operação em Alagoas, os melhores resultados possíveis”, declarou o governador Renan Filho.

Com a oferta de qualificação, o Governo do Estado amplia as oportunidades de empregabilidade para os moradores da região, que poderão participar dos processos seletivos das novas empresas, como os da Natura, que devem começar a ser abertos ainda este ano. Além dela, nos últimos anos vêm se instalando na Zona da Mata a Copra Alimentos e o Moinho Motrisa, também em Murici, e o laticínio Nativille, em União Dos Palmares.

“O número de duas mil vagas pode até ser maior, pois há a possibilidade de uma pessoa fazer mais de um curso, caso ela acabe percebendo que tem aptidão maior com outra área”, explicou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcius Beltrão.

Paulo Dallari, diretor de Relações Governamentais da Natura & Co, ressaltou que a qualificação da mão de obra local é fundamental para que a empresa cumpra o propósito de contribuir com o desenvolvimento das localidades em que se instala. “Inegavelmente, a contratação de mão de obra local é um dos grandes impactos que resultam da chegada [da Natura]. Só que, para isso, é necessário mão de obra qualificada. A nossa expectativa com essa iniciativa do Governo do Estado [de capacitar a população] é poder abrir a seleção para contratações dos futuros funcionários a pessoas aptas da própria região, de modo que a empresa gere desenvolvimento econômico local”.

 

A prefeitura de Murici vai colocar o espaço físico das escolas municipais à disposição para sediar as capacitações, segundo o prefeito Olavo Neto. “Estamos felizes em fazer parte dessa parceria porque, talvez, o mais importante dos benefícios que o Governo está oferecendo, além de todos os incentivos fiscais aos investidores, é a qualificação da mão de obra. Queremos que o muriciense possa concorrer com as pessoas de fora nas vagas”, afirmou.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados