Governo inicia distribuição de duzentas mil cestas básicas até a próxima semana

Iniciativa irá beneficiar famílias em situação de extrema pobreza que moram nos 102 municípios alagoanos

Governo inicia distribuição de duzentas mil cestas básicas até a próxima semana

Iniciativa irá beneficiar famílias em situação de extrema pobreza que moram nos 102 municípios alagoanos

Por | Edição do dia 14 de abril de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,


Jonathan Lins

Jonathan Lins

Até a próxima semana, o Governo de Alagoas iniciará a distribuição de duzentas mil cestas básicas. O processo de aquisição está em fase de conclusão e irá contemplar famílias em situação de extrema pobreza que moram nos 102 municípios do estado.
A definição da quantidade de cestas para cada município ocorre a partir do cruzamento das informações contidas no Cadastro Único, com as informações obtidas junto à Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag) sobre o quantitativo de habitantes de cada município e o mapeamento da situação econômica da população.

As prefeituras municipais ficarão responsáveis pela busca e distribuição das cestas básicas à população. Em esforço no combate à contaminação pelo coronavírus, além dos alimentos, será acrescido sabão em barra entre os itens.

“Logo que foi decretada a situação de emergência pelo governo do estado, a secretaria agiu para elaborar um termo de referência visando à aquisição das cestas básicas. Num trâmite normal de aquisição de produtos, seria necessário um processo licitatório que poderia levar, no mínimo, três meses. O procedimento foi feito no menor tempo possível dentro dos trâmites legais. Além disso, estamos agilizando para começar a distribuição ainda nesta semana”, esclarece Aline Rodrigues, Gerente da Proteção Social Básica.

As cestas básicas é um benefício eventual que procura garantir alimentação à população em situação de vulnerabilidade social neste período de quarentena. Elas serão financiadas pelo Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep). O recurso já foi aprovado pelo Conselho Integrado de Políticas de Inclusão Social (Cipis).

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados