Governo do Estado encaminha à ALE projeto de lei que beneficia alunos com intercâmbio

Programa Jovem Cidadão do Mundo, que possibilita o estudo in loco de outro idioma, foi assinado pelo governador em exercício nesta quinta (6)

Governo do Estado encaminha à ALE projeto de lei que beneficia alunos com intercâmbio

Programa Jovem Cidadão do Mundo, que possibilita o estudo in loco de outro idioma, foi assinado pelo governador em exercício nesta quinta (6)

Por | Edição do dia 7 de fevereiro de 2020
Categoria: Educação, Notícias | Tags: ,


3a6d216037be44419a0f98421f85c552_L

Foto: Ascom Seduc

O investimento e empenho para a melhoria da educação têm sido um dos focos do Governo de Alagoas. Na manhã desta quinta-feira (6), o governador em exercício, Luciano Barbosa, enviou à Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) Projeto de Lei que cria o Programa Jovem Cidadão do Mundo, o qual beneficia estudantes do ensino médio da rede pública estadual com intercâmbios internacionais.

“Estou tendo a oportunidade, como Governador do Estado, de encaminhar para Assembleia Legislativa uma lei muito importante, não só para a Secretaria de Estado da Educação, mas para todos nós alagoanos e, principalmente, para a nossa juventude”, destacou Luciano Barbosa, que assinou o documento ao lado do deputado estadual Sílvio Camelo.

O projeto de lei foi publicado no Diário Oficial do Estado de Alagoas desta quinta-feira e pode ser acessado em http://www.imprensaoficialal.com.br/diario-oficial/

A proposta – A implementação do Programa Jovem Cidadão possibilita ao aluno, devidamente matriculado na rede estadual de ensino, estudar in loco outro idioma, desenvolvendo não só a sua capacidade de autonomia e independência, mas também ampliando os seus conhecimentos, que contribuirá para o seu desenvolvimento pessoal e profissional. Além disso, poderá conhecer e vivenciar outras culturas. A bolsa-intercâmbio é custeada pelo Estado.

Entre os requisitos para participar do programa estão não ser reprovado nos últimos três anos cursados na Rede Pública Estadual de Ensino; ter obtido, ao longo do ano letivo anterior ao do início do programa, frequência mínima de 85% nas aulas regulares da escola do ensino médio em que esteja matriculado, bem como ter alcançado a média mínima de 70,0 (setenta) pontos no desempenho acadêmico escolar nas disciplinas de português e matemática. A seleção dos estudantes da que participaram do programa será feita por meio de processo seletivo.

Encaminhamento – O Projeto de Lei Jovem Cidadão do Mundo foi entregue para o deputado estadual Silvio Camelo, que apresentará o projeto à ALE. “Parabenizo o Governo de Estado de Alagoas, o governador Renan Filho e o governador em exercício Luciano Barbosa pelo projeto. Vamos procurar junto ao presidente da Assembleia, deputado Marcelo Vitor, discutir o documento com os nossos colegas e aprovar esse projeto tão importante o mais rápido possível”, afirmou o deputado.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados