Boa Tarde!, Terça-Feira - 15 de Outubro de 2019

 

Governo de Alagoas inaugura o Hospital da Mulher

Thiago Luiz - Estagiário / 2:03 - 29/09/2019

Além do público feminino, pessoas LGBT também vão receber atendimento


 

Governo entrega Hospital da Mulher. Foto: Fabrício Melo

Governo entrega Hospital da Mulher. Foto: Fabrício Melo

O Governo do Estado de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), realizou hoje (29) a entrega do Hospital da Mulher Doutora Nise da Silveira, que fica localizado no Poço, ao lado da maternidade Santa Mônica. A unidade de saúde busca melhorar e dar celeridade aos serviços de baixa e média complexidade no Sistema Único de Saúde (SUS).

Renan Filho diz que se sente feliz pela construção da unidade de saúde. Foto: Fabrício Melo

Renan Filho diz que se sente feliz pela construção da unidade de saúde. Foto: Fabrício Melo

“É um momento muito especial para o nosso estado. Momento em que a saúde de Alagoas volta a receber investimentos capazes de melhorar a vida de todos os alagoanos e, nesse caso, especialmente de todas as alagoanas”, disse  o governador Renan Filho.

As obras começaram em setembro de 2016. Três anos depois, a unidade de saúde foi entregue. O atendimento já começa nesta segunda-feira (30). E na primeira semana de funcionamento, já tem um parto marcado para quarta-feira (2).

De acordo com o secretário de Saúde do Estado, Alexandre Ayres, foram contratados 360 funcionários, por meio de um processo seletivo simplificado. O governador reiterou a informação e disse que quer dar oportunidade aos trabalhadores antigos e aos jovens que estão se formando na área. Em breve, será publicado o edital para um concurso público da Sesau. Além disso, o hospital vai gerar 10 mil empregos diretos e indiretos.

O hospital conta com oito andares, 14 ambulatórios e 127 leitos. Haverá capacidade para mais de 200 partos e seis mil atendimentos mensais. Vai assistir a capital e o interior do Estado e precisou de um pouco mais de R$ 40 milhões, com recurso totalmente próprio do Governo de Alagoas.

Todo esse investimento e essa estrutura vão atender o público feminino e LGBT, com assistentes sociais e psicólogos no quadro de funcionários, querendo dar atendimento exclusivo às vítimas de violência sexual.

Com a chegada do hospital da mulher, a oferta de serviços de saúde, segundo Renan Filho, vão duplicar no Estado. Entre os serviços oferecidos nesta unidade estão o de obstetrícia, puerpério, endocrinologia, ginecologia, colposcopia, mastologia, anestesia, cardiologia e cirurgia ginecológica.

Ainda de acordo com o governador de Alagoas, esse é o início de um planejamento que visa destacar o Estado no cenário da Saúde. Afinal de contas, há quase 40 anos, não se tinha a construção de um hospital. Além desse hospital, haverão mais três entregas de unidades de saúde até dezembro. Duas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e o Hospital Ib Gatto Falcão, em Rio Largo.

 


Comentar usando