Governo anuncia progressão de carreira para os servidores da Educação

Alagoas é um dos poucos estados que cumpre a lei do piso salarial de professores

Governo anuncia progressão de carreira para os servidores da Educação

Alagoas é um dos poucos estados que cumpre a lei do piso salarial de professores

Por | Edição do dia 3 de agosto de 2016
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,,


O vice-governador e secretário da Educação Luciano Barbosa anunciou aos servidores que a tão esperada progressão de carreira foi aprovada pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE) sem condicionantes e deverá ser implantada o mais breve possível.

“Vamos solicitar urgência na Seplag [Secretaria de Planejamento, Gestão e Patrimônio]. Minha expectativa é que o mês de agosto já seja pago com a mudança de letra para os servidores que têm direito”, afirmou Barbosa.

Em tempos que alguns estados mal conseguem pagar a folha em dia, a conquista só demonstra o esforço do governador Renan Filho e do secretário da Educação em valorizar o servidor. Primeiro pagando o piso salarial dos professores, inclusive com valor retroativo ao mês de janeiro, agora garantindo progressão.

Segundo o superintendente de Valorização de Pessoas da Seduc, Carlos Palmeira, 8.491 servidores serão beneficiados com a progressão de carreira e terão direito ao percentual de 5% em relação subsídio atual, bem como o pagamento retroativo ao mês de aniversário do último enquadramento.

“Iremos providenciar em conjunto com a Seplag as portarias individuais dos 8.491 servidores contemplados com as progressões. Faremos uma grande força-tarefa para realizar tal feito em tempo hábil”, afirma o superintendente.

Piso salarial

Alagoas é um dos poucos estados que conseguiu cumprir a Lei do Piso (Lei nº11.738/2008). O reajuste foi de 11,36%. O rendimento base da categoria passou de R$ 1.917,78 para R$ 2.135,64. O pagamento foi efetuado em folha suplementar no mês de julho.

O piso é pago para profissionais com formação de Nível Médio, e carga horária de 40 horas semanais.

Valorização de diretores

O Governo do Estado, através da Seduc, conseguiu ainda que a Assembleia Legislativa de Alagoas aprovasse, em maio deste ano, o Projeto de Lei que valoriza as funções especiais dos gestores escolares, geral e adjunto.

“É um reconhecimento justo e que valoriza os gestores, implicando em mais qualidade nos resultados esperados na Educação. O gestor precisa ter condições de se dedicar exclusivamente à sua escola de forma que a gestão atenda às necessidades da comunidade”, avaliou o secretário da Educação, Luciano Barbosa.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados