Governador visita obra do novo IML nesta quinta (10)

Há 80 anos, população aguarda uma sede própria; estrutura de prédios anteriores não dava condição digna para funcionários e usuários

Por | Edição do dia 10 de dezembro de 2015
Categoria: Artigos, Maceió, Notícias | Tags: ,


O governador Renan Filho visita nesta quinta-feira (10), a obra do novo Instituto Médico Legal (IML), às 10h, no bairro de Tabuleiro dos Martins, próximo ao 5º Distrito Policial. A população alagoana aguarda pelo prédio há 80 anos. Desde então, imprescindível trabalho vem sendo realizado em casas alugadas, com impedimento de reforma e pouca ou nenhuma estrutura.

De acordo com o gestor do projeto do novo IML, Júlio César, agora ele pode confirmar a previsão de inauguração do prédio, já considerado um marco para o Estado. “É um marco muito importante para gestão atual, pois a sociedade aguarda esse prédio há 80 anos. A previsão final de entrega é início do segundo semestre de 2016, orçada em um montante de pouco mais de R$ 7 milhões”, explicou ele.

Júlio César explica também que a estrutura é digna de países desenvolvidos. A ideia é dar o máximo de conforto, tanto aos atendimentos externos, quanto aos peritos (médicos legistas e técnicos forenses), área administrativa, bloco de descanso dos plantonistas, além de salas especiais para atendimento à criança e à mulher, sala separada para atendimentos aos presos e sala para o Ministério Público. Tudo em um espaço de três mil metros quadrados.

“Nunca senti tanta vontade de trabalhar, de dar certo. É uma estrutura toda climatizada, de primeiro mundo. Confesso que em governos anteriores achei que o novo IML nunca seria inaugurado. Agora sei que tem um fim, e está próximo. Tudo isso porque as cúpulas da Segurança Pública e da Perícia Oficial caminham de mãos dadas. Investem nesse prédio, acompanham de perto. Antes não havia essa vontade de fazer acontecer. Parabéns ao governador Renan Filho e sua equipe”, ressaltou o gestor do projeto.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados