Governador cobra aprovação de lei que torna o uso de máscaras obrigatório em Alagoas

Apelo aos deputados estaduais foi feito durante a coletiva desta terça-feira (16)

Governador cobra aprovação de lei que torna o uso de máscaras obrigatório em Alagoas

Apelo aos deputados estaduais foi feito durante a coletiva desta terça-feira (16)

Por Lucas Maia | Edição do dia 16 de março de 2021
Categoria: Notícias, Política | Tags: ,,


Durante coletiva de imprensa realizada na noite desta terça-feira(16), o governador de Alagoas, Renan Filho, fez um apelo para que a Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) aprove um projeto de lei (PL) para tornar o uso de máscaras obrigatório em locais públicos do estado.

Ao falar sobre a quantidade de leitos disponíveis e leitos ocupados, o governador informou que está ampliando para 1500 o total de leitos disponíveis, mas lembrou a importância da participação da população para evitar mais pessoas doentes.

“Temos 797 pessoas internadas no nosso estado. São quase 800 alagoanos que estão precisando de tratamento para casos graves de Covid. Daqui, graças a Deus, muita gente vai se recuperar, mas infelizmente algumas pessoas vão morrer. E cada vida perdida nessa pandemia significa uma família em luto, e muita gente jamais esquecerá esse período”, disse Renan Filho.

Após pedir para que a população evite aglomerações, respeite o distanciamento e use máscaras, o governador apelou para que a ALE aprove o PL que torna obrigatório o uso de máscaras em lugares públicos de Alagoas. “Eu quero aproveitar e fazer um apelo à Assembleia Legislativa de Alagoas na pessoa do presidente Marcelo Victor e do líder do governo Sílvio Camelo pra gente integrar esforços no sentido de aprovar o projeto de uso obrigatório de máscaras”, disse.

Veja o vídeo:

O PROJETO DE LEI

O executivo alagoano enviou o Projeto de Lei em caráter de urgência à Assembleia Legislativa em agosto de 2020, mas até o momento esse PL ainda não foi votado pelos parlamentares alagoanos. Se aprovada, a lei vai multar aqueles que se recusarem a usar máscaras em lugares públicos e dentro de estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços. As multas previstas podem chegar a até R$ 100 mil.

A votação encontra-se travada devido a um pedido de vistas durante a tramitação em uma comissão especial da assembleia. Essa não é a primeira vez que Renan Filho cobra dos parlamentares a aprovação da medida. Na última sexta-feira (12) o governador já havia pedido para que os parlamentares colocassem o projeto em votação.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados