Governador anuncia para este ano início da construção do Hospital Metropolitano do Agreste, em Arapiraca

Em transmissão ao vivo, Renan Filho revelou, ainda, que pretende começar as obras do Hospital da Criança, em Maceió

Por Agência Alagoas | Edição do dia 4 de outubro de 2020
Categoria: Notícias, Saúde | Tags: ,


Thiago Sampaio/Arquivo

As obras de construção do Hospital Metropolitano do Agreste, em Arapiraca, serão iniciadas ainda este ano. O anúncio foi feito na manhã deste domingo (04) pelo governador Renan Filho durante live (transmissão ao vivo) pelo Instagram.

“Nos próximos meses, até o final deste ano, vamos iniciar a construção do Hospital Metropolitano de Arapiraca. Vou me comunicar com a prefeitura local, combinar os ajustes para que isso se realize nos próximos meses. O Hospital Metropolitano do Agreste será igual ao Hospital Metropolitano de Maceió”, anunciou Renan Filho, que revelou, ainda, que pretende dar início, também este ano, à construção do Hospital da Criança, na capital alagoana.

“Estamos trabalhando para isso”, disse o governador à Agência Alagoas. Durante a live, Renan Filho reafirmou que o Governo do Estado promoverá, no primeiro semestre do próximo ano, concurso público para a área da Saúde em Alagoas. Segundo ele, 2021 será marcado, ainda, pela realização de certames destinados à Segurança Pública e à Educação. “Vai ser um ano de muitas realizações”, garantiu.

Inauguração

Nesta segunda-feira (05), Renan Filho e o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, inauguram o Hospital Regional da Mata, em União dos Palmares. A solenidade está marcada para as 10 horas.

“Nós entregamos o Hospital da Mulher e o Metropolitano, em Maceió; e o Regional do Norte, em Porto Calvo. Agora vamos entregar o Regional da Mata, em União dos Palmares, que será o primeiro hospital que vai funcionar full, ou seja, não vai tratar apenas de Covid, mas atender a todos na área de urgência e emergência, fazendo todos os tipos de cirurgia”, destacou Renan Filho.

De acordo com ele, os hospitais Metropolitano e Regional do Norte também terão o perfil assistencial normalizado à medida que a pandemia for perdendo força em Alagoas. Os novos equipamentos dividirão as responsabilidades com o Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, diminuindo a sobrecarga sobre esta unidade de saúde. Dessa forma será possível fazer uma ampla recuperação estrutural do HGE.

“Hoje, o Hospital Geral do Estado faz quase todas as cirurgias ortopédicas. Com o Hospital Metropolitano em operação, ele vai dividir essa responsabilidade. A construção desses novos hospitais significa permitir que o cidadão não saia da sua região. Até 85% dos problemas de saúde passarão a ser resolvidos na própria região. Ou seja, a cada 100 pessoas, 85 vão ser atendidas na área onde moram”.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados