Bom Dia!, Sexta-Feira - 13 de Dezembro de 2019

 

Golfinho é esquartejado e tem nadadeira arrancada por pescador

7 segundos / 12:03 - 12/12/2018

Pesca de baleias e golfinhos é proibida em águas brasileiras


Ambientalistas do Instituto Biota de Conservação registraram uma triste cena na praia do Pontal, em Maceió, na manhã desta quarta-feira (12). Um golfinho foi cortado ao meio e teve uma das nadadeiras arrancadas por um pescador.

Uma testemunha teria visto o pescador retirar o golfinho da água e assistiu a morte cruel do animal, que foi cortado ao meio e teve uma nadadeira arrancada. As nadadeiras normalmente são usadas por pescadores como isca para captura de outros animais marinhos. Já o esquartejamento tem como finalidade impedir que o golfinho danifique a rede de pesca.

Do Golfinho
Segundo o Biota o golfinho é da espécie Sotalia guianensis (Boto-cinza). O animal é um macho, jovem, de comprimento total de 1,37m. Os ambientalistas também confirmam a comprovação de marcas de rede e lesões cortantes feitas por lâmina. A nadadeira dorsal foi encontrada.

Crime ambiental
A pesca de baleias e golfinhos é proibida em águas brasileiras e considerada crime ambiental, previsto em Lei. Sua infração prevê pena de dois a cinco anos de reclusão, multa de R$ 50 a R$ 100, e perda da embarcação em favor da União, em caso de reincidência. A lei é de 18 de dezembro de 1987 e foi sanciona ainda no governo Sarney.

O Biota confirmou que deve acionar a Polícia Federal para investigar o esquartejamento do cetáceo.


Comentar usando