Gestores são capacitados para atuar no programa Educação Para o Emprego

Os profissionais irão capacitar os alunos para o mercado de trabalho e devem agir como multiplicadores em onze cidades alagoanas durante o ano letivo de 2022

Gestores são capacitados para atuar no programa Educação Para o Emprego

Os profissionais irão capacitar os alunos para o mercado de trabalho e devem agir como multiplicadores em onze cidades alagoanas durante o ano letivo de 2022

Por Redação com assessoria | Edição do dia 20 de dezembro de 2021
Categoria: Alagoas, Educação | Tags: ,,


O programa Educação Para o Emprego finalizou, na última sexta-feira (17), após duas semanas de curso, o processo de capacitação de 45 profissionais que vão atuar nas escolas que ofertam modalidade Ensino de Jovens e Adultos (EJA) Médio durante o ano de 2022. O objetivo da ação é  capacitar mais de 7 mil alunos do EJA com temas voltados para o mercado de trabalho.

Foto: Nathália Louise.

Para a superintendente da rede estadual de ensino, Roseane Vasconcelos, esse programa irá fazer a diferença na vida de milhares de estudantes. “Os estudantes agora podem contar com uma ajuda na hora de conseguir o primeiro emprego. Esse projeto está aqui para mostrar que os alunos do EJA, independente da idade, podem estar no mercado de trabalho. Esses professores vão ser como Faróis, iluminando a vida dos estudantes do EJA”, ressalta.

Sobre o programa

O programa Educação Para o Emprego é voltado para a Educação de Jovens e Adultos e deve começar a todo o vapor em 2022. Os professores passaram por uma capacitação e, em turmas de 20 alunos, auxiliá-los a conquistarem uma vaga no mercado de trabalho. Serão abordados dez temas como montagem de currículo, técnicas de busca, habilidades, entrevista, empreendedorismo, dicas de investimento, entre outros. A extensão será ofertada em onze polos de ensino que são: Maceió, Arapiraca, Pão de Açúcar, Piranhas, Penedo, Palmeira dos Índios, Santana do Ipanema, Porto Calvo, São Miguel dos Campos, União dos Palmares e Viçosa.

A professora Beatriz Lisboa, da Escola Estadual Joaquim Diegues, de Viçosa, conta que os dias de curso tiveram um impacto muito grande na sua vida e espera fazer a diferença na sua comunidade. “Aprendemos a entender as pessoas e como podemos instruir nossos alunos no que fazer depois do EJA. Ver o potencial de cada um e instruir para o melhor caminho, acredito que para a escola que trabalho, isso seja muito importante.”

Metodologia criativa

Para fortalecer ainda mais os ensinamentos do Educação para o Emprego, os professores foram instruídos a utilizar um jogo de tabuleiro que pode auxiliar os conteúdos em sala de aula de uma maneira lúdica. O jogo possui um tabuleiro que simula uma corrida em busca de uma vaga no mercado de trabalho, o principal objetivo é que por meio das cartas o jogador conquiste habilidades, seja informado da vaga e conquiste o emprego.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados