Fundepes vive um novo momento em Alagoas

Fundepes vive um novo momento em Alagoas

Por | Edição do dia 19 de setembro de 2016
Categoria: Educação, Notícias | Tags: ,,,,


Foto: Cacá Santiago

Foto: Cacá Santiago

A Fundepes (Fundação Universitária de Desenvolvimento de Extensão e Pesquisa) vive um novo momento. Na presidência da Fundação há seis meses, Gabriel Soares Bádue, que é metamático, mestre em Engenharia Espacial, doutorando em História das Ciências, tem como missão dar uma nova cara à instituição, captar novos projetos, além de focar na área de pesquisa, sem deixar de lado o ensino e a extensão.

Com mais um ano e meio de gestão pela frente, ele conta com uma equipe aguerrida e a experiência do vice-presidente Pedro Guido da Silva, que é servidor aposentado da Receita Federal e presidente do Instituto Silvio Vianna, e o professor Wellyngton Silva, da Uneal, como diretor Financeiro da Instituição.

O que é uma fundação de apoio?

É uma instituição de direito privado, que presta um serviço e por não receber recursos públicos diretos, não tem um orçamento, tem que gerar receita, que é oriunda dos serviços que prestamos às empresas, municípios, instituições entre outros.

As fundações de apoio fazem todo o trabalho de cotação, compra, contratação, cuida da parte contratual, administrativa e financeira dos projetos de pesquisa, a exceção é da execução técnica dos projetos, porque não temos pessoal para isso. É ai que entram as universidades e os institutos federais. Como eles não podem ser contratados, mas tem parceria conosco, as empresas buscam a Fundepes que, por sua vez, fazem o contrato e, através destas parcerias com as  universidades e institutos federais os projetos podem ser realizados.

De que forma os projetos viabilizados através da Fundepes beneficiam as universidades?

Temos, por exemplo, o Infrapesq, que é um projeto para montagem da infraestrutura para pesquisa na universidade, a exemplo da construção de laboratórios e compra de equipamentos, inclusive equipamentos importados, uma vez que as universidades, com recursos próprios, não conseguiriam ter este tipo de estrutura. Esses recursos são obtidos juntos à Finep (Financiadora de Estudo e Projetos), que é um financiador público.

Em que áreas atualmente se investe em pesquisa em Alagoas por meio da Fundepes?

Na área de tecnologia há pesquisa da Petrobras sendo desenvolvida pelo LCCB do CTEC acerca da exploração do pré-sal, há pesquisas na área de Engenharia Química, Física, Química, Biologia, temos projeto do Tribunal de Justiça para a realização de exames de DNA.

Leia mais na versão impressa 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados