Boa Tarde!, Sexta-Feira - 20 de Setembro de 2019

 

Filme acerta no elenco, mas se prejudica com enorme duração

Bora Assistir / 1:10 - 09/09/2019


it-acoisa

Com um orçamento de 35 milhões USDIt: A Coisa arrecadou 700,4 milhões USD na bilheteria, se tornando um dos maiores sucessos do ano de seu lançamento, e colocou o desconhecido Andy Muschietti com muita moral dentro da Warner Bros.. Agora, chegou a hora de acompanhamos a luta final do Clube dos Perdedores com o Palhaço Pennywise.

Uma das coisas que todo mundo vai perceber ao assistir It: Capítulo Dois é a sua longa duração de 169 minutos. Como dito antes, Muschietti praticamente “transformou água em vinho” e é claro que o estúdio daria total liberdade para o diretor fazer a sua obra. Mas tudo isso ajuda ou atrapalha? Calma. Vamos devagar.

O elenco adulto é o maior acerto dessa sequência. Cada um dos atores conseguiu capturar todos os trejeitos que o elenco infantil tinha no primeiro filme. O momento do reencontro é muito bom. É legal de mais ver a interação de todos os personagens que amamos. Os maiores destaques ficam para Richie (Bill Hader) e Eddie (James Ransone), ambos como alívios cômicos. Mike (Isaiah Mustafa) ganha mais espaço dessa vez, servindo como uma espécie de guia para o grupo. Para a infelicidade de alguns, Pennywise (Bill Skarsgård) não tem uma grande participação como esperado, mas é ótimo acompanhar as suas cenas de ataque e o seu jogo psicológico nos protagonistas. Outros reclamarão do pouco susto e da comédia, mas pessoas, como eu, não vão assistir um filme de terror pelo susto, mas sim por uma história bem contada e bem executado. Já a comédia estava presente no longa anterior. Aqui, ela foi um pouco aumentada e entra nos momentos certos.

Por outro lado, não vou negar que alguns momentos poderiam ter sido cortados. O segundo ato percorre de forma muito lenta e repetitiva. Eu sei que o elenco mirim é ótimo e bastante promissor, mas não tinha nenhuma necessidade de colocar um excesso de flashbacks. Alguns são bem colocados, mas outros aparecem só pra “encher linguiça”. Essa segunda parte só não fica insuportável de acompanhar por causa do amor que Andy Muschietti tem pelo seu projeto. O diretor consegue construir momentos de tensão e bem filmados, como nas cenas em que Bill (James McAvoy) vai a um parque de diversão salvar um garoto das mãos do palhaço dançarino e quando Beverly (Jessica Chastain) vai até a sua antiga casa. É maravilhoso o jeito em que a câmera sai dos dias presentes para mostrar o passado.

It: Capítulo Dois pode até não ser um excelente filme, mas consegue adaptar, de forma respeitosa, a obra de Stephen King e funcionar como uma continuação. Tenho certeza que os fãs do livro sairão satisfeitos.


Comentar usando