Filho de Bolsonaro é expulso de rede social por debochar de pandemia e atacar minorias

Jair Renan, o 04, anunciou a expulsão do Twitch, streaming de videogames, em sua conta no Twitter

Filho de Bolsonaro é expulso de rede social por debochar de pandemia e atacar minorias

Jair Renan, o 04, anunciou a expulsão do Twitch, streaming de videogames, em sua conta no Twitter

Por Revista Fórum | Edição do dia 2 de maio de 2020
Categoria: Brasil, Notícias | Tags: ,,


Foto: Reprodução

Jair Renan, filho “04” do presidente Jair Bolsonaro, afirmou ter sido expulso da rede social Twitch, um site de streaming de videogames, onde os usuários transmitem e comentam as suas partidas.

A expulsão de Jair Renan acontece um dia depois de uma transmissão dele ter significativa repercussão, inclusive fora da rede social. No vídeo, o filho do presidente debocha da pandemia de coronavírus, ridiculariza quem adota o isolamento social e diz frases ofensivas contra minorias.

“Fui banido da Twitch para sempre. Interessante é que a rede social mantém perfis que disseminam claramente a misandria (ódio, o desprezo ou o preconceito contra homens ou meninos), mas não suportam uma brincadeira, por mais pesada que fosse”, reclamou Jair Renan.

Segundo ele, não houve ofensas, mas “brincadeiras”, dentro do que seria liberdade de expressão.

“Muitos perfis utilizaram a brincadeira fora de contexto e diante toda essa briga política. Fui prejudicado. A ânsia de atacar alguém que afete o presidente da República é maior do que apurar uma simples piada e respeitar a liberdade de expressão”, disse.

“Piada que foi feita antes por um cantor, apenas reutilizei pelo contexto atual. Muitos humoristas são criticados por fazer piadas e também são execrados por isso”, disse. Jair Renan teria repetido uma frase do cantor sertanejo Leonardo: “prefiro morrer transando do que tossindo”.

Ele também cobrou a rede pelas razões de sua expulsão. “Gostaria de saber qual o limite de piadas e que a rede social Twitch, que tem o total poder sobre toda a liberdade de expressão, nos mostrasse o limite para que todos saibam até onde podem ir”.

Os comentários sobre o isolamento social foram feitos no dia 20 de abril, quando Renan também repetiu uma expressão do pai e classificou de “gripezinha” a epidemia que matou até esta sexta-feira (1) quase 7 mil brasileiros.

Na transmissão, Jair Renan também se refere aos adversários que mata no jogo de tiro como “petistas” e faz piadas com homossexuais e deficientes físicos.

*Revista Fórum com informações da coluna de Guilherme Amado, na revista Época.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados